Busca

Reginaldo Barduzzi – Palestrante

Palestras,Vídeos, Formação em vendas, Negócios on line, Audio Books…..

O que é Marketing?: como posso ganhar dinheiro com o marketing certo?

Image result for O que é Marketing

Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Ele define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro.

curtir noss pagina

conteúdo retirado do blog

Entenda o Ciclo de vida do mercado

Nada dura para sempre – e o mesmo se aplica ao mercado.

São notáveis, de tempos em tempos, as mudanças que acontecem no mercado e nos hábitos de consumo da população. Percebemos que a evolução acontece, inevitavelmente, e que ela simboliza o fim de determinado ciclo de vida do mercado.

As empresas precisam ficar atentas aos grandes acontecimentos que influenciam na curva do mercado – questões como política, hábitos de consumo e mentalidade da população de uma determinada geração são determinantes para traçarmos boas estratégias de atuação no mercado.

O ciclo de vida compreende quatro etapas bem definidas: lançamento, crescimento, maturidade e declínio.

1. O lançamento

A fase de lançamento tem como característica a aquisição de novas competências, conquista e desenvolvimento de tecnologias diferenciadas ou outras coisas que são capazes de transformar a forma de pensar do mercado.

Um grande exemplo disso, por exemplo, são as televisões de LED. Pouco se falava desse tipo de tecnologia. De repente, o mercado começou a aprimorar os eletrônicos e transformar a forma de pensar do consumidor, mostrando os reais benefícios desse tipo de tecnologia.

As empresas que conseguem aprimorar sua produção e aperfeiçoar rapidamente cada uma dessas novas competências e tecnologias acabam conquistando vantagens competitivas consideráveis em relação aos seus concorrentes.

Os investimentos nessa fase são necessários, então a rendibilidade nesse período tende a ser baixa – mas tudo é compensando quando os reais resultados começam a aparecer.

2. O crescimento

O crescimento é a segunda fase. Naturalmente, com o aparecimento de uma nova tecnologia ou competência, o mercado começa a demandar aquele novo tipo de produto.

Nesse caso, é preciso estar preparado para as demandas do mercado.

Vamos pensar no exemplo das televisões de LED citadas anteriormente: em um primeiro momento, poucas pessoas entendiam o real benefício desse tipo de produto.

Porém, na medida em que o mercado foi sendo educado a respeito das vantagens desse novo investimento, foi crescendo a demanda por produtos como esse, aumentando consideravelmente a quantidade de consumidores e empresas que trabalham com esse tipo de tecnologia.

3. A maturidade

No momento de maturidade, o mercado já está uniforme em relação à tecnologia ou competência em questão. A concorrência já está estabilizada, e a população já consumiu esse produto no momento de “febre”.

Nesse ponto da curva, a tecnologia já está estagnada, perdendo sua atratividade, as empresas que tinham que se adequar à essa demanda já fizeram sua parte, e tudo está fixo naquele momento (provavelmente, nesse momento, em algum lugar do mundo alguém está estudando outra forma de aperfeiçoar os produtos – e o ciclo se iniciará novamente).

4. O declínio

Quando a tecnologia atinge sua maturidade e perde o atrativo para o desempenho da concorrência e empolgação do público, inicia-se o declínio.

Geralmente nessa fase conseguimos perceber uma modificação considerável na linha de evolução antes investida pelos concorrentes.

Muitas empresas desistem desse mercado e vão em busca de novas tecnologias e competências para lançar mais uma tendência – e inicia-se assim um novo ciclo.

Ciclo de vida do produto ou serviço

Image result for Ciclo de vida do produto ou serviço

Também é necessário considerar que os produtos e serviços também possuem um ciclo de vida específico, com base no crescimento ou declínio do mercado consumidor daquele tipo de mercadoria.

Todos os produtos desenvolvidos pelo mercado apareceram para resolver algum problema ou aproveitar-se de oportunidades que estavam passando despercebidas no mercado.

A mesma lógica do ciclo de vida do mercado se aplica aqui: é notada uma nova demanda; empresas se esforçam para gerar os melhores produtos e serviços para garantir que o público compre aquele produto; acontece um verdadeiro barulho no mercado, onde as pessoas buscam, desesperadamente, encontrar aquele produto em questão – todos estão comprando; o mercado estagna e o produto começa a sair de linha devido ao surgimento de uma nova tecnologia.

Quer saber quanto sua empresa deve investir em marketing? Confira nossa calculadora!

A evolução do Marketing

evolução do marketing

Durante todos esses séculos de mudanças e evoluções o marketing foi feito de inúmeras maneiras diferentes.

Assumir uma forma diferente, com outra abordagem e características bem distintas umas das outras, mas sempre com o mesmo objetivo: fazer com que um consumidor interaja com sua marca e torne-se um cliente.

Pensando nisso listamos algumas das maneiras que já existiram e ainda existem de fazer marketing, mas antes disso mostraremos duas classificações que separam o marketing: Outbound Marketing e Inbound Marketing

Outbound Marketing

Image result for Outbound Marketing

Seu objetivo principal é atrair o consumidor de maneira incisiva. Telemarketing, mala direta, e-mails de spam, anúncios em revistas, outdoors, pop-ups em sites e remarketing.

Todas essas maneiras de fazer o marketing tem o objetivo de mostrar sua marca e produtos antes de tudo. Apesar de efetiva, esse tipo de abordagem costuma ser cansativa para o consumidor.

Tendo em vista que ele pode se deparar com alguns anúncios em momentos importunos.

Inbound Marketing

Técnicas desenvolvidas com o objetivo de educar e criar um relacionamento com os consumidores.

Apesar de possuir a mesma intenção de vendas, no Inbound Marketing sua marca é trabalhada de maneira diferente.

Ao invés de anunciar seus produtos e preços, os marketeiros ensinam o mercado, ganham autoridade e aí sim, auxiliam os consumidores no processo de compra.

E mesmo após a venda o trabalho não é finalizado.

Os clientes continuam sendo educados e “mimados” para que eles se tornem evangelistas de sua marca. Não perca a oportunidade de aprender mais sobre Inbound Marketing nesse post. Ou baixe o ebook mais completo sobre Inbound Marketing!

Apesar dessa enorme diferença entre as duas modalidades, o Outbound existe desde o início, da época mais primitiva, do Marketing.

Enquanto isso, a vertente mais amigável e saudável, o Inbound Marketing é praticado há alguns anos, mas foi recentemente que o conceito tomou força graças a Brian Halligan e Dharmesh Shah, criadores do conceito e fundadores da Hubspot.

Alguns tipos de Marketing

Agora que você conhece a divisão que separa todos os tipos de Marketing, conheça alguns dos principais modelos que já existiram e que ainda são praticados no mundo.

Marketing Direto

Image result for Marketing Direto

Utilizando informações precisas do público-alvo como nome, telefone, endereço, interesses entre outros, são criadas mensagens diretas para esse consumidor. Os canais de contato utilizados são: e-mails, ligações, mensagens e mala direta.

Marketing Indireto

Uma maneira mais sutil de veicular sua marca ou empresa em momentos que os consumidores não estão esperando. Normalmente utilizado durante filmes, novelas, jogos e quaisquer outros momentos em que não nos deparamos com um anúncio propriamente dito.

Marketing Social

Empresas que apoiam e patrocinam grandes eventos culturais como shows, filmes e quaisquer outras causas sociais. Este tipo de Marketing gera uma imagem positiva da marca perante a população.

Endomarketing

Essa é uma estratégia de marketing voltada para ações internas nas empresas. Isso mesmo, ao invés de focar no externo, ações de endomarketing tem como objetivo promover e envolver os próprios colaboradores de uma determinada organização.

Marketing Viral

Essa modalidade tem como principal característica possuir um baixo custo ou orçamento, mas que gere um alto impacto. São utilizadas maneiras não convencionais para executar as atividades de marketing.

Marketing Digital

Uma das vertentes mais atuais do Marketing que tem como seu principal canal de atuação o meio digital. Para obter mais informações sobre este conceito, acesse esse post.

Marketing de Conteúdo

Modelo de Marketing que ganhou enorme relevância nos últimos anos. Após perceber a necessidade e importância de gerar conteúdos que sejam capazes de educar seus consumidores, empresas passaram a adotar esta tática de Inbound Marketing.

Marketing Pessoal Related image

Neste tipo de marketing, podemos definí-lo como o conjunto de estratégias, aplicadas de maneira coerente e planejada, que irão fazer com que você atribua um maior valor a sua imagem pessoal

Marketing de Relacionamento

O marketing de relacionamento nada mais é que todas as ações tomadas pela empresa como forma de criar e manter um relacionamento positivo com os seus clientes.

Além destes tipos que citamos ainda existem uma infinidade de outros tipos de marketing que surgem o tempo todo. O mercado e os consumidores sempre estão mudando e isso é um dos principais motivos que geram a necessidade de novos modelos de marketing.

Marketing de produto

O Marketing de Produto é um tipo (ou “vertente”, ou “escola”) de Marketing cujo foco é conectar produtos e pessoas.

Sua meta é encontrar os consumidores certos para um determinado produto e criar uma maneira de vendê-lo que seja interessante para estes consumidores.

Para esse trabalho, entender o perfil do comprador é indispensável.

Vamos definir as funções do Marketing de Produto em poucas palavras?

Como você pode imaginar, portanto, o Marketing de Produto é essencial quando um produto novo está sendo lançado no mercado.

Outra situação em que seu papel é crucial é quando um produto que já existe vai ser introduzido em um novo mercado, no qual os consumidores ainda não o conhecem.

Mais um uso interessante do Marketing de Produto é para testar a recepção de um pequeno grupo de consumidores a um novo lançamento, antes de liberar o produto para o público em geral.

O que fazem os profissionais de marketing?

Para você ser um profissional de marketing você precisa, antes de tudo, ter uma mente analítica.

Métricas e números farão parte da sua profissão e é essencial que você tenha familiaridade com eles.

O profissional de marketing é responsável por detectar e avaliar novas oportunidades de negócios.

É sua função desenvolver um planejamento e estratégia para atrair e encantar o consumidor, propagando a mensagem e o produto de uma marca.

Ele deve sempre medir o impacto e resultados de suas ações (por isso é tão importante ter uma mente analítica), além de ser criativo e inovador para buscar por novas soluções para ações para sua empresa.

Também é papel do profissional de marketing entender a fundo seu público-alvo – só sabendo exatamente para quem ele está vendendo sua linguagem e campanhas poderá ser adaptado a esse público.

É essencial que a curiosidade faça parte de seu perfil – um bom profissional de marketing está sempre procurando por novas tendências mundiais e se mantendo atualizado com o mundo da mídia e da comunicação.

Por isso o domínio da lingua inglesa e outras línguas estrangeiras é tão importante: ele precisa procurar por referências, estudos e novas ideias e fazer isso apenas em sua língua materna pode ser extremamente limitante.

Domínio de diversas ferramentas também é um grande diferencial de um profissional de marketing de qualidade.

Entender de SEO, Adwords, redes sociais e ser um mestre do Google Analytics faz com que esse profissional entenda melhor suas metas e o que fazer para atingí-las.

Não há uma formula perfeita para um profissional de marketing. O importante é foco, olho nas metas, determinação e conhecimento para atingir seus objetivos.

Ebook Times de Marketing

Estratégia de Marketing: o que é e como fazer?

Alguns termos se espalham tão rapidamente que todo mundo começa a usá-los, muitas vezes sem realmente entender o que significam.

Então, quando falamos em ter uma estratégia de marketing, o que isso realmente significa?

A própria ideia de traçar uma estratégia dá uma noção de que é preciso se planejar, pensar bem antes de tomar qualquer medida prática.

Mas, uma estratégia bem-sucedida é mais do que uma preparação antecipada. Envolve também um acompanhamento durante a execução do projeto. Isso envolve:

Definir objetivos claros

Como há muitos objetivos possíveis, e várias maneiras de alcançar cada um, escolher o que você pretende alcançar com o marketing digital é o primeiro passo para uma estratégia de sucesso.

Depois de definir claramente o que se pretende alcançar, é muito mais fácil se concentrar apenas nas ações que ajudarão a empresa nisso, e ter noção de quanto tempo isso vai demorar.

Por isso, podemos dizer que uma estratégia de marketing só funciona quando tem objetivos bem definidos e compartilhados por todos na empresa.

Se comunicar de forma constante

É verdade que esse requisito é importante em qualquer setor de toda empresa, mas no que diz respeito a uma estratégia de marketing, é importante reforçar esse aspecto.

Alguns ainda caem no erro de pensar que fazer marketing significa trabalhar apenas com a inspiração e a criatividade, mas não é bem assim.

Há muitos processos e estruturas envolvidos nesse trabalho, e a boa comunicação garante que todos os profissionais façam o seu melhor a cada momento.

Seguir boas práticas

Seguir boas práticas da indústria também tem um papel importante no sucesso da sua estratégia. Mas, o que significa isso?

Especialmente quando falamos de marketing digital, tudo muda muito rápido. Então, seja qual for o assunto — desde SEO à e-mail marketing —, é preciso se manter atualizado.

Isso inclui ler blogs especializados (como esse!), investir em treinamentos e testar novas possibilidades de acordo com o que você observa ao longo da estratégia.

Fazer isso vai te ajudar a continuar relevante, mesmo que aconteçam mudanças radicais.

Analisar resultados

Como saber se a estratégia está funcionando? A única forma é por acompanhar e analisar os resultados do trabalho que está sendo feito.

No caso do marketing isso acontece por analisar o que chamamos de métricas e KPIs. Essas métricas são dados relevantes sobre pontos específicos do planejamento.

Por exemplo, é possível saber quantos novos clientes a empresa conseguiu, quanto lucro isso trouxe, entre outras informações.

Depois é só comparar isso com os objetivos definidos e ver se o negócio está no caminho certo ou não.

Guia Completo do Google Analytics

5 elementos indispensáveis uma estratégia de marketing vencedora

A estratégia de cada empresa deve ser única, levando em conta o público a ser atingido, os objetivos da empresa, os recursos disponíveis e uma série de fatores.

Mas, alguns elementos são indispensáveis para qualquer marca que espera fazer do marketing digital uma arma. Veja quais são eles:

1. Personas sólidas

As personas são fundamentais para uma estratégia de marketing dar certo. Elas serão o norte de tudo o que virá depois, então errar na criação das personas seria um grande problema.

Por isso, siga os passos corretamente sem pular etapas, pense bem nas perguntas que vai fazer aos seus clientes atuais e monte uma persona sólida.

Também não se preocupe em criar personas demais. Uma ou duas (no máximo) são mais do que suficientes.

2. Bons canais de marketing

Existem muitos canais de marketing que você pode explorar, e o melhor é que não precisa escolher só um deles.

A única regra é não manter funcionando um canal que você não encara com seriedade ou que não é relevante para o seu negócio.

Podemos destacar entre os principais canais:

  • Blog: O canal mais fácil e conhecido para produzir conteúdo e ganhar credibilidade com seu público;
  • Redes sociais: Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram, LinkedIn e outras redes são canais perfeitos para se manter próximo ao seu público;
  • Canal de vídeos: Seja uma página em seu site ou um canal no Youtube, os vídeos chegaram para ficar e são muito úteis para uma estratégia;
  • E-mail marketing: Manter uma newsletter é simples, barato e super eficiente para manter os seus fãs engajados;
  • SEO: Não se engane, o Google pode ser um importante canal de visitas para o seu site.

3. Ferramentas de qualidade

Um bom profissional precisa de boas ferramentas, certo? Com o marketing não é diferente, e o que não falta são ferramentas para te ajudar no dia a dia.

Desde bancos de imagens gratuitas a ferramentas de análise de métricas, há tanto recursos gratuitos quanto pagos que são essenciais para que as suas tarefas sejam feitas sem problemas.

Já fizemos algumas listas de ferramentas úteis para:

4. Entender o ambiente digital

Já teve a infelicidade de chegar num lugar e ver alguém se comportar de maneira completamente inapropriada?

É isso que acontece quando uma empresa resolve investir em marketing digital, mas não tira tempo para entender como funciona esse ambiente.

O resultado é deixar todos em volta — nesse caso os prospectivos fãs da marca — desconfortáveis, e causar vergonha para si.

Por entender algumas regras de conduta da internet, é possível evitar muitas dores de cabeça e garantir que os resultados não sejam prejudicados.

5. KPIs apropriados

Já falamos como os KPIs são importantes na hora de analisar os resultados da estratégia, mas é preciso escolher indicadores apropriados para medir os objetivos que você escolheu.

Existem KPIs para vendas, marketing, atendimento, SEO e tudo que for relevante para as suas metas. Basta escolher e acompanhar.

Pois é, ter uma estratégia de marketing bem montada e segui-la de perto não é opcional para quem deseja mesmo se beneficiar do poder que o marketing digital tem para os negócios.

Felizmente, você já sabe o que fazer e está pronto para começar seu planejamento!

Universidade Rock Content

Quais são os objetivos do Marketing?

Os objetivos do Marketing são:

  1. Vender mais;
  2. Fidelizar clientes;
  3. Aumentar a visibilidade de marcas, produtos e serviços;
  4. Gerenciar uma marca;
  5. Construir boas relações com consumidores e parceiros;
  6. Educar o mercado;
  7. Engajar colaboradores.

Para ler como cada objetivo desse é alcançado, leia nosso artigo completo sobre os objetivos de marketing.

Os 5 melhores livros sobre marketing

A Vaca Roxa, de Seth Godin

livros de marketing - 1

Um dos livros mais clássicos sobre marketing.

Godin fala nesse livro sobre o desafio de ser diferente da concorrência e se destacar em um mercado cada dia mais competitivo. Leitura obrigatória para os interessados em marketing.

Marketing 3.0 – As Forças Que Estão Definindo o Novo Marketing Centrado No Ser Humano, de Philip Kotler

livros de marketing - 10

Kotler discorre nesse livro sobre o novo modelo de marketing, que enxerga os consumidores como seres únicos e com desejos diferentes. Confira um resumo do livro aqui.

Marketing de Permissão, de Seth Godin

livros de marketing - 6

De novo citamos Seth Godin, um dos maiores autores de marketing.

Em marketing de permissão, Godin introduz o Inbound Marketing e ensina como fazer e criar conteúdo que atraia os consumidores para sua marca. Confira um resumo do livro aqui.

Contágio – Por Que As Coisas Pegam, de Jonah Berger

livros de marketing - 3

Como viralizar e ter sucesso com o público? Nesse livro, você aprenderá a ciência por trás de conteúdos extremamentes populares  – e como fazer algo

As 22 Leis Imutáveis do Marketing, de Al Ries e Jack Trout

livros de marketing - 5

Segundo os autores, existem 22 leis do marketing não podem nunca ser quebradas sem que você comprometa seu planejamento. Confira um resumo do livro aqui.

Filmes sobre marketing: 0s 5 filmes que todo profissional de marketing deveria ver

Obrigado por Fumar (Thank you for Smoking) – 2005

Obrigado por fumar explora a indústria do cigarro e o poder do marketing e da publicidade em influenciar os hábitos de consumo da população.

Cidadão Kane (Citizen Kane) – 1941

Um dos filmes mais clássicos do ramo, Cidadão Kane explora o poder da imprensa americana em construir mitos.

No – 2012

Um dos melhores filmes (e baseado em fatos reais) para entender o poder da propaganda e da sua mensagem, ao acompanharmos a jornada de um jovem publicitário ao tentar derrubar a ditadura no Chile

A Rede Social (The Social Network) – 2010

A rede social explora a origem e crescimento da maior rede social da atualidade, o Facebook. Essencial para entender as redes sociais.

O Lobo de Wall Street

Conta a história de Jordan Belfort, a construção da sua riqueza e sua decadência. Muito interessante para conhecer mais a fundo os detalhes mais sórdidos do mercado.

Falar sobre um tema tão amplo como o Marketing costuma não ser uma tarefa fácil.

Este pequeno artigo foi desenvolvido com o intuito de auxiliar a sua compreensão no que diz respeito ao Marketing.

Caso você tenha dúvidas, sugestões ou quaisquer comentários sobre o texto, aproveita a aba de comentários abaixo e compartilhe seus pensamentos conosco.

Quer também entender tudo sobre marketing de conteúdo? Confira nossa enciclopédia, o maior material em língua portuguesa sobre o assunto!

Quer aprofundar ainda mais seus conhecimentos? Confira alguns conteúdos ricos:

Bônus: os melhores blogs, livros e filmes para você aprender mais sobre marketing

Sabemos que, depois de tanta teoria, pode ser um pouco díficil assimilar tudo que falamos por aqui sobre marketing. E acreditamos que a prática, aliada a teoria, é uma fórmula mágica para o sucesso.

Por isso aqui vamos listar blogs, livros e filmes para você aprender muito mais sobre o assunto de uma maneira prática e objetiva.

Os 8 melhores blogs nacionais sobre marketing

Marketing de Conteúdo

O blog da Rock Content é um dos mais completos blogs sobre marketing do Brasil. A maior parte dos seus conteúdos são focados em Marketing Digital, Marketing de Conteúdo e SEO. Mas todas as vertentes do marketing são abordadas. O blog ideal para estar atualizado com o mercado e aprender com os mais completos conteúdos.

Mundo do Marketing

O Mundo do Marketing é um portal completo que analisa o  mercado do marketing no Brasil. Lá você pode encontrar artigos e muita informação para todos profissionais interessados em Marketing.

Resultados Digitais

Se você está procurando resultados reais com marketing digital, o blog da Resultados Digitais é leitura obrigatória. Os posts são diretos e instrutivos e irão te ajudar muito a construir uma estratégia de marketing digital eficiente.

Ideia de Marketing

Artigos sobre design, publicidade, comunicação, branding e muito mais. O Idéia de Marketing fala sobre os mais diversos assuntos do mundo de comunicação e marketing.

Saia do Lugar

Blog essencial sobre empreendedorismo sem enrolação. O Saia do Lugar é o site para você que deseja empreender e entender melhor sobre negócios.

Viver de Blog

Blog de Henrique Carvalho, onde você vai encontrar dicas para alavancar o seu próprio blog. Henrique é referência no marketing digital.

Brainstorm 9

O Brainstorm 9 fala sobre criatividade e inspiração nas mais diversas áreas: negócios, mídias sociais, publicidade, comunicação. Um prato cheio para todo profissional de marketing.

Outbound Marketing

Blog referência em assuntos relacionados a integração de vendas com estratégias de marketing. Focado em geração de resultado no curto prazo, o blog da Outbound Marketing fala também sobre negociação, Inbound e formas criativas de gerar leads.

Os 5 melhores blogs gringos sobre marketing

Marketo

O blog da Marketo é um dos mais completos do mercado, com posts sobre mídias sociais, automação de marketing, marketing de conteúdo e email marketing.

KISSmetrics

O Kiss Metrics é focado em métricas para marketing. Lembra que falamos da importância de uma mente analítica?

Seth Godin

Seth Godin foi fundador de uma das primeiras empresa de marketing digital, a Yoyodyne, que foi comprada pelo Yahoo em 1998. É um dos gurus do marketing atual.

HubSpot

A HubSpot é uma das maiores empresas de Inbound Marketing do mundo e seu blog é um prato cheio para quem quer aprender sobre o assunto.curtir noss pagina

Mashable

Site de notícias e tendências, essencial para se manter atualizado com o que anda acontecendo no mercado.

 

Anúncios

Por que poucas mulheres utilizam Bitcoins? São apenas 4% das Mulheres.

Image result for mulheres com bitcoinsPesquisas mostram que existe uma diferença discrepante da participação de homens e mulheres no universo das criptomoedas. De acordo com recente pesquisa realizada pela Harris Poll, empresa de pesquisa norte-americana, os homens possuem ou já possuíram Bitcoin duas vezes mais que as mulheres, e quase três vezes mais homens estão propensos a comprar a moeda digital nos próximos cinco anos. Além disso, os homens também têm uma visão mais positiva em relação ao Bitcoin (17% versus 7% das mulheres). Dados do Google Analytics estimam que menos de 4% dos usuários de Bitcoin são mulheres.

Related imageA principal razão da baixa participação das mulheres no universo do Bitcoin é que as indústrias tecnológicas, no geral, são dominadas por homens. Geralmente eles são introduzidos no mundo da tecnologia desde mais novos e apesar de iniciativas destinadas a encorajar mulheres a trabalharem com programação, o número de estudantes de informática do sexo feminino no Reino Unido caiu nos últimos 10 anos, por exemplo.

curtir noss pagina

Por sua inovação e disruptura, o Bitcoin é constantemente comparado com a internet, que por sua vez também teve seus primeiros adeptos predominantemente do sexo masculino. Um grau de conhecimento era necessário para utilizar a web naquela época e o mesmo vale para o Bitcoin hoje. Embora a experiência do usuário do Bitcoin tenha melhorado graças ao desenvolvimento da camada de aplicação, existem muitos casos de chaves privadas perdidas, moedas enviadas para endereços errados e tentativas de fraudes. São problemas que podem ocorrer inclusive com pessoas experientes em tecnologia.

Wordpress_Imagem_DestaqueWordpress_Imagem_DestaqueWordpress_Imagem_Destaque

Para que o Bitcoin seja visto como um possível sistema global de pagamento e de reserva de valor, não será permitida a exclusão de nenhum perfil de pessoa. Apesar de não existir impedimentos para que mais mulheres se envolvam com a moeda digital, pouco também está sendo feito para incentivá-las. Existem diversos relatos de mulheres que já disseram sentir-se excluídas e repreendidas em um ambiente predominantemente composto por homens.

A mudança desse cenário exige ação em relação ao comportamento. A comunidade do Bitcoin é incrível, mas também é intimidadora e excessivamente machista. Por que alguém gostaria de se juntar à isso? Iniciativas como o evento “Women in Bitcoin“, realizado em Londres e em São Francisco, por Rhian Lewis e Paige Freeman, são necessárias, porém só reiteram que o Bitcoin é, em grande parte, um “clube para homens“.

Related imageO Bitcoin não se faz apenas de programação. Design de interface, estética e facilidade de uso abrirão as portas da moeda digital para as massas. Um maior movimento pode ser feito pela comunidade para chegar até as mulheres com o intuito de aumentar a conscientização sobre a criptomoeda.

As mulheres não querem que as coisas sejam cor-de-rosa e fáceis, e sim produtos que atraem seus interesses. Quando o Bitcoin começar a satisfazer às suas necessidades, dando o devido espaço à elas e fornecendo produtos que agreguem valor às suas vidas, teremos progredido.

Se razões igualitárias não estimulam os desenvolvedores a atender às mulheres, os incentivos financeiros certamente irão. Há um grande número de mulheres com rendas consideráveis e com interesse em coisas do universo digital. Os mais inteligentes aproveitarão da grande oportunidade de negócio que as mulheres representam para o Bitcoin.

O Bitcoin é uma tecnologia moderna e disruptiva, capaz de promover privacidade e proporcionar liberdade financeira aos indivíduos, que deve beneficiar-se da inteligência e potencial de consumo das mulheres. Qualquer comportamento diferente a esse será totalmente contrário à proposta de revolução prometida pela moeda digital.

Outra pesquisa:

Apenas 8,5% de investidores em Bitcoin e Criptocurrency são mulheres.

Image result for mulheres com bitcoins

Uma nova análise demográfica de pessoas negociando em criptomoedas gerou alguns resultados intrigantes, como o fato de que muito poucos são mulheres, a maioria tem pouca ou nenhuma experiência anterior, e muitos são estudantes ou trabalham em cargos de vendas e marketing.

Entendendo a demografia de negociação

Analistas de mercado para a rede de investimento social e corretora de múltiplos ativos, Etoro, conduziram uma pesquisa de sua vasta base de usuários para ajudar a empresa a entender melhor exatamente quem são os investidores de bitcoin e cryptocurrency. Analisando os dados de março de 2017 a fevereiro de 2018, eles pesquisaram os perfis públicos daqueles que investem em criptocorrências usando seus sistemas e extraíram insights demográficos de idade para gênero para o setor de empregos.

Um ponto interessante emergente dos dados é que a maioria absoluta dos traders é nova no negócio com relação a ter qualquer experiência de investimento. Um enorme percentual de 81,96% está no nível de Iniciante, 10,66% são definidos como nível Intermediário e apenas 7,38% se qualificam como tendo um nível avançado de experiência no mercado.

Olhando para o colapso por ocupação, não é surpreendente ver as pessoas que trabalham no computador e serviços de TI fortemente representados em 15,05%, bem como o setor financeiro em 8,48%. Menos esperada é a alta participação de pessoas que trabalham em vendas e marketing envolvidas no comércio de criptomoedas em 14,49%. Além disso, cerca de 30% dos comerciantes de criptomoeda estão atualmente fora do mercado de trabalho, com 13,85% sendo estudantes, 2,06% aposentados e 14,74% sem emprego.

Apenas 8,5% dos comerciantes de Bitcoin e Cryptocurrency são mulheres

Desequilíbrio de gênero de criptografia

Uma questão demográfica que continua aparecendo em relação aos desenvolvedores de criptomoeda é a falta de representação feminina, e as mesmas estatísticas parecem ser verdadeiras para os traders. De fato, os dados mostram que menos de um décimo dos traders de criptografia são mulheres, com apenas 8,5% de participação de mercado em comparação com 91,5% dos homens. Embora possa haver outros fatores em jogo, o bitcoin está localizado na intersecção entre tecnologia e finanças, ambos campos que sofrem com um grave desequilíbrio de gênero, de modo que os resultados não são tão surpreendentes nesse contexto.

Curiosamente, a pesquisa também revelou que existem diferenças entre as criptocorrências entre homens e mulheres que preferem negociar, além do BTC, que tem 0% de diferença entre os sexos. Parece que o XRP do Ripple distorce fortemente o lado feminino, enquanto o ETC, BCH e LTC estão firmemente no território masculino. Em uma nota para os investidores, o analista sênior de mercado da Etoro Mati Greenspan resumiu tudo com uma clara “onda de amor às mulheres”.

Apenas 8,5% dos comerciantes de Bitcoin e Cryptocurrency são mulheres

No início deste ano, a Etoro estava entre as sete principais empresas de criptomoedas que operam no Reino Unido, formando um órgão de comércio independente encarregado de desenvolver padrões de autorregulamentação para o setor de criptomoedas e engajar os formuladores de políticas. Os outros membros fundadores da Crypto UK são Coinbase, Cex.io, Blockex, Commerceblock, Coinshares e Cryptocompare.

Bill Clinton declara que tem interesse em estudar sobre o Bitcoin e outras CriptomoedasBill Clinton Receives His First Bitcoin

Durante sua campanha presidencial em 2016, Hillary Clinton buscou se diferenciar de seu adversário, nas prévias do partido republicano, Rand Paul não apenas pelas suas ideias, mas também pelo fato de não aceitar doações em Bitcoins e criptomoedas. Neste mesmo ano, o ex-presidente dos EUA Bill Clinton recebeu seu primeiro Bitcoin, durante uma conferência em Washington, D.C. O Bitcoin de Clinton foi um presente do empreendedor Matthew Roszak, no entanto, apesar da oferta, os Clintons raramente abordaram o assunto criptomoedas ou os potênciais da tecnologia blockchain, mesmo que Bill Clinton tenha sido conhecido pelo seu papel “tecnológico” e fundamental em moldar a adoção mundial da internet.

Porém, durante a conferência Expert XP 2018, ocorrida semana passada em São Paulo, o ex-presidente dos EUA falou com exclusividade ao Criptomoedas Fácil e declarou que ainda não conhece todo o potencial da tecnologia, mas que pretende se aprofundar no assunto, provavelmente até o início de outubro quando será o principal palestrante da Swell, a conferência global da Ripple, que terá Clinton como seu principal palestrante, fato que tem gerado certas críticas da comunidade de criptomoedas, como por exemplo a feita pelo fundador do Ethereum Vitalik Buterin, que questionou a escolha.

Quando o Criptomoedas Fácil abordou o presidente sobre sua opinião em relação a Bitcoin, criptomoedas e blockchain, Clinton pensou um pouco até responder:

“AINDA NÃO SEI TODO O POTENCIAL DISSO, MAS TENHO INTERESSE EM GASTAR ALGUM TEMPO ESTUDANDO SOBRE O ASSUNTO. POR ENQUANTO, AINDA NÃO SEI TODO SEU POTENCIAL”, DECLAROU.

Wordpress_Imagem_Destaque

aproveite e visite nosso https://www.facebook.com/Barduzzi/ e curta nossa pagina para ter acesso a muitas novidades

Transformar ideias em dinheiro é o “santo graal” do empreendedorismo.

Image result for Transformar ideias em dinheiro é o “santo graal” do empreendedorismo.

Para transformares ideias em dinheiro, precisas saber o que é uma ideia geradora de dinheiro.

Este artigo foi inicialmente por Publicado e escrito por Rui Gabriel em seu blog

Todas as pessoas que gostariam de ganhar mais dinheiro acabam, mais tarde ou mais cedo de se cruzar com oportunidades ou com ideias. Só precisam saber como transformar essas oportunidades e ideias em dinheiro. Isso é o que eu sei fazer e te vou explicar neste artigo.

curtir noss pagina

Primeiro vamos falar das ideias e depois da tua forma de pensar que pode tornar essas ideias em sucessos ou em fracassos. Sim, ambos os desfechos são possíveis, dependendo da tua forma de pensar e das decisões e acções daí decorrentes.

Vamos também enumerar as formas de pensar certas para teres sucesso.

NOTA: CASO PRETENDAS FAZER O DOWNLOAD DESTE ARTIGO PARA GUARDADES, LERES E PARTILHARES CLICA AQUI

Para transformares ideias em dinheiro, precisas saber o que é uma ideia geradora de dinheiro.

A maior parte das vezes alguém que vê uma oportunidade ou tem uma ideia, não tem consciência do valor real dessa oportunidade ou dessa ideia no mercado, nem sabe que provavelmente irá falhar caso lhe falte alguma das virtudes que te enumero abaixo:

Image result for Transformar ideias em dinheiro é o “santo graal” do empreendedorismo.

1-  Uma Oportunidade ou Uma Ideia Geradora de Dinheiro é Autoexplicativa

A “Fórmula do Guardanapo”. Se não conseguires explicar o conceito em 10 minutos, rabiscando num guardanapo, provavelmente é demasiado complicada para ser entendida facilmente.

Acontece que, quando é preciso explicar muito, perdes 90% da energia dos potenciais interessados logo aí. Resta pouco para o entusiasmo de aderir à ideia.

2- Apela a Um Nicho Apaixonado

Podes ter a melhor solução, mas se a propões a alguém que não tem o problema, a tua ideia é completamente desvalorizada. Precisas responder a problemas reais de um nicho específico. Há sempre um grupo de pessoas que tem o problema para o qual a tua ideia representa a solução. Encontra essas pessoas e apresenta-lhes a elas (e não a outras) a tua ideia. Elas vão dar-lhe o devido valor, e, onde há valor, há possibilidade de negócio.

Lembra-te nunca terás uma ideia de valor para toda a gente. Todas as pessoas que tentam ser tudo para todos fracassam invariavelmente.

Um nicho apaixonado, está pronto para te entregar o seu dinheiro em troca dos benefícios que tens para oferecer. Prontíssimo, desejoso e ansioso. Vais fazer as vendas mais fáceis da tua vida, em piloto automático se tiveres um sistema automatizado de venda como este da Tribo de Marketers, por exemplo.

3- Apresenta Uma Abordagem Inovadora

Se a tua ideia não traz nada de novo para o teu nicho de mercado, não é muito interessante. Pior, encontras uma concorrência que está instalada e provavelmente todos os teus clientes terão de ser ganhos a essa concorrência.

Uma ideia nova, ou uma nova abordagem costumam apelar eficazmente aos insatisfeitos e tens aí um bom terreno de penetração. Mais facilmente conquistas uma fatia do teu mercado.

Procura no teu nicho os desejos não satisfeitos pela tua concorrência e trata de apresentar a tua solução para esses desejos. Funciona sempre.

4- É Escalável Dentro do Nicho

Se a tua ideia tem um produto para as pessoas comprarem, ser escalável significa que haverá outros produtos/serviços disponíveis para que os mesmos clientes voltem a comprar-te coisas. Não faz qualquer sentido teres conquistado um cliente e ele não poder dar-te mais dinheiro a ganhar. Necessitas sempre de um “programa de continuidade” que pode ser uma subscrição, um “autoship” (compra automática de produtos consumíveis), assistência ou suporte, actualizações, ou outros produtos.

Todos os negócios bem-sucedidos são exímios no “upsell”: a promoção de uma compra extra, ou de um produto mais avançado ou de mais serviços, de preferência que tenham um carácter de continuidade.

Se a tua ideia é isso mesmo: uma ideia, que pode ser ligada com voluntariado ou associativismo (como o do GAS, Grupo de Ação Social), religião ou sistema de negócio (afiliados, network, marketing de rede, franchinsing) a escalabilidade mede-se na capacidade e na facilidade com que um membro pode envolver outros membros e fazer crescer a influência da organização e o número de participantes.

Naturalmente, para proporcionar dinheiro, este segundo modelo precisa ter alguma forma de os membros doarem dinheiro ou adquirirem bens ou serviços. Nesse momento precisa tornar-se escalável como indicado no parágrafo anterior

5- É Expansível Para Fora do Nicho

Se tens uma ideia muito específica para um nicho muito específico, podes ter um problema nas mãos. Mesmo que tenhas muito sucesso rapidamente precisarás de expandir para fora desse nicho e atrair outras pessoas.

Para isso precisas fazer uma nova abordagem, adicionar características e benefícios para solucionares problemas e responderes a necessidades e desejos de mais pessoas, de nichos ligeiramente diferentes.

Se tens uma ideia poderosa, se essa tua ideia passou o teste acima, lembra-te disto: pode ter chegado a tua vez! Não há nada mais poderoso do que uma ideia cujo momento chegou.

Image result for Transformar ideias em dinheiro é o “santo graal” do empreendedorismo.Image result for Transformar ideias em dinheiro é o “santo graal” do empreendedorismo.

Depois de Avaliares a Qualidade Económica de Ideias, Aqui vão os 15 Peças do Puzzle Para Transformar Essas Ideias Em Dinheiro

Quando eu não sabia como transformar ideias em dinheiro,  ganhava sempre menos do que precisava. Imaginava eu que o dinheiro vinha das horas de trabalho, e por isso, quando precisava de mais dinheiro, trabalhava mais horas. Estava enganado.

As horas de trabalho têm pouco a ver com o sucesso financeiro porque o dinheiro a sério não está no trabalho, mas na forma de o realizar e nas ideias que criaram os sistemas que estão por detrás desse trabalho.

Foi somente quando entendi isto que comecei realmente a ter sucesso. Descobri que qualquer coisa que eu faça, funciona. Descobri que o dinheiro vem literalmente de todo o lado, e muito dele inesperadamente.

Muitas pessoas que trabalham comigo experimentam essa sensação incrível: a de sentir que vem dinheiro de todo o lado. Ela tornou-se possível seguindo estes 15 passos que te mostro em seguida. Eles possibilitam-te transformar uma boa ideia (que já sabes identificar se leste o artigo desde o início) em dinheiro:

1- Visão

Ter uma visão significa criar na imaginação uma realidade que ainda não é presente. Fui habituado a pensar que somente pessoas muito especiais tinham uma visão. Eram os visionários, como Da Vinci, ou Edison, ou Bill Gates e Steve Jobs. Pessoas com ideias claras, coragem, recursos e determinação para realizar essas ideias: animais raros.

Porém descobri que não é bem assim. Recordo uma história bem ilustrativa do que é uma visão e, principalmente, de como qualquer pessoa pode ter uma para si e para o seu futuro.

Um pai mostrava ao seu filho pequeno um pinhão (o fruto da pinha, dos pinheiros) e perguntou-lhe:

– Filho, o que vês aqui?

Ao que o filho respondeu prontamente:

– Um pinhão, claro.

– E para que serve este pinhão?

– Para comer.

O pai então explicou ao seu filho que, porque somente via um pinhão, pensava em comê-lo e iria comê-lo. E isso faria do seu pinhão sim, somente um pinhão. A ideia do filho tornou-se a realidade dele.

 

Porém o pai também explicou que ele, pai, não via ali somente um pinhão.

Não. Via um pinheiro, com centenas de pinhas e milhares de pinhões nessas pinhas.

 

E mais: via florestas inteiras de pinheiros com os seus milhares de pinhas e milhões de pinhões a produzirem mais pinheiros e mais florestas.

E via as mesas, cadeiras, casas, barcos construídos com a madeira desses pinheiros por milhares de trabalhadores.

E via milhares de famílias nas suas casas, vivendo felizes pelo dinheiro e abundância trazida pelo trabalho e pelos bens criados a partir daquele pinhão…

… que afinal podia ser semeado.

O facto de o pai ver o futuro que ainda não existia, mudou a sua decisão: semear o pinhão, em vez de o comer. Esta mudança de pensamento, provocou uma mudança de ação e daí veio uma mudança da realidade: um pinhão comido que não muda nada, ou um pinhão semeado que muda o mundo.

Este é o poder que tem uma visão. E todos podem ter uma. Aliás, sem visão não há mudança e sem mudança não há crescimento.

Precisas ter uma visão clara de como vai ser o teu futuro. Como queres ser daqui a 10 anos? A fazer o quê? Como vai ser a tua vida, a vida da tua família?

Onde está o teu pinhão? Vais comê-lo ou semeá-lo?

 

2- Motivo

Quando não há uma razão forte para se fazer alguma coisa, toda a gente desiste às primeiras dificuldades. A “motivação” vem do “motivo”.

A minha amiga Paula sobrevivia com 150 euros por mês. Tinha tido uma empresa, faliu, arranjou um emprego, penhoraram-lhe o salário e ainda tinha mais dívidas para pagar com o que restava depois da penhora. Resultado: ficava com 150 por mês para viver.

 

Achas que a vida dela era fácil? Claro que não. Achas que ela tinha um motivo forte para mudar? Claro que sim e ela tentou. tentou mudar durante algum tempo procurando ganhar dinheiro na Internet, mas não conseguia.

 

Chegou um mês de Novembro e o seu pai faleceu. Tinha sido a sua força e o seu amparo emocional e agora tinha partido. 2 semanas depois perdeu o emprego e foi mandada para fora de casa pelo namorado com quem vivia.

 

Nessa altura já os 150 euros por mês pareciam uma fortuna, agora que se viu sem emprego, sem dinheiro, sem pai e sem um tecto.

 

Quando chegou a esse ponto, algumas pessoas poderiam deixar-se ir abaixo. Todas as lutas de anos e anos, tinham-na levado aquela situação. Mal podia acreditar.

 

Nesse mesmo dia, em que perdeu o emprego e foi posta na rua, ligou-me a dizer:

 

– Rui, perdi o meu emprego que me levava 8 horas por dia por um salário miserável,  o meu namorado pôs-me na rua porque eu lhe disse que não queria nunca mais nenhum emprego e queria ser livre, e agora, imagina: estou livre para fazer tudo o que eu quero!

 

Eu respondi: 

 

– Yesss! Parabéns, vamos ao trabalho.

 

Parecíamos 2 anormais a festejar no meio do caos e da tragédia, mas a verdade é que nunca a Paula tinha tido um motivo mais forte para ter sucesso. Sem plano B, a sua ideia tinha de ser mesmo transformada em dinheiro. E foi.

 

Três curtos anos depois a Paula é uma líder de referência no Internet Marketing  e ganha mais num dia do que ganhava num ano, quando vivia “confortavelmente desconfortável” no apartamento com o namorado e 150 euros por mês.

Jim Rohn conta que um dia foram umas escuteiras a sua casa para vender bolinhos por 2 dólares. Ele não tinha 2 dólares para comprar os bolinhos e desculpou-se dizendo que já tinha muitos bolinhos em casa e não precisava de mais.

A constatação de que não tinha 2 dólares foi tão frustrante para ele que tomou a decisão de ficar rico. E, poucos anos depois era um homem rico.

Um motivo tem sempre uma ligação emocional muito forte contigo. Pode ser a família, ou os filhos, ou uma causa, ou um desejo. Mas tem sempre uma carga emocional muito forte.

Quando pensas no teu motivo, emocionas-te, quando falas dele as lágrimas vêm-te aos olhos.

Este é o motivo que precisas e que nunca te irá deixar faltar a energia mesmo diante das dificuldades, ou dos desafios ou mesmo dos fracassos. Quando mais difícil mais força tu arranjas. Não sabes o que é estar desmotivado, mesmo que conheças bem o que é a frustração e o fracasso, porque tens um motivo que está sempre na tua mente e te dá paixão para achar soluções e produzir resultados.

 

3- Decisão e Ação Rápida

Podemos avaliar a capacidade de sucesso de uma pessoa se conseguirmos medir o tempo que demora entre estes dois momentos:

a) Quanto tempo demora entre ter uma ideia e tomar uma decisão.

b) Quanto tempo demora entre  a tomada de decisão e a tomada de ação.

Nunca falha. As pessoas lentas nunca são muito bem sucedidas. O Universo gosta de velocidade, e, se pensares um pouco, faz todo o sentido.

Quando alguém diz que ganhou 500 mil euros é importante saber “em quanto tempo (tirando a lotaria, claro). A maioria das pessoas que ganha mais ou menos isso, precisa de numa vida inteira de trabalho (41 anos de trabalho, a ganhar 1000 euros por mês).

(Bolas, acabei de tomar consciência de que, nos últimos 2 anos e meio, ganhei o equivalente ao salário médio de um português médio durante 41 anos! Uma vida inteira de ganhos comprimidos em 2 anos e meio, simplesmente porque trabalhei muito, usando este sistema. Incrível, não? – resultados não típicos, rendimentos médios em ruigabriel.com/rendimentos)

Continuando… quando se fala em ganhar dinheiro o fator “tempo” é de imensa relevância: concentrar o máximo de energia no mais curto espaço de tempo. Esse é o segrego dos resultados grandes.

Vou contar-te um facto que te vai ajudar a entender a importância do fator “tempo” no sucesso:

Sabias que a quantidade de energia armazenada num queque é de cerca de 200 Kcal?

 

E sabias que a quantidade de energia armazenada numa barra de dinamite é sensivelmente a mesma (200 Kcal)?

 

Agora as diferenças: Comes um queque e não explodes simplesmente porque ele demora muitas horas a libertar as suas 200 Kcal, ao contrário da barra de dinamite que liberta essa energia numa fração de segundo, com os resultados que já conheces.

A diferença não é na quantidade de energia do queque e da dinamite. A diferença é no tempo que demoram a libertá-la. Tempo.

Por esse motivo é que os resultados gostam de velocidade. Podes gastar as mesmas horas de trabalho, investir o mesmo dinheiro num período longo de tempo e não acontecer nada.

Mas podes concentrar a tua energia, tempo e dinheiro num espaço de tempo curto (como costumamos dizer: com “ação massiva”) e criares uma massa crítica de resultados que criem um momentum de sucesso: Resultados trazem mais resultados, dinheiro traz mais dinheiro, sucesso traz mais sucesso.

Um avião pode gastar todo o seu combustível a passear pela pista a 10 km por hora.

Nunca conseguirá levantar voo andando devagar. 

Precisa ter os motores a fundo, tudo no máximo para ganhar o máximo de velocidade na pista e levantar voo rapidamente.

 

Depois de estar em altitude de cruzeiro, se for preciso, até pode desligar os motores por um bocadinho porque a inércia continua a levá-lo no ar rumo ao seu destino.

Uma vez que tenhas uma ideia do que precisas fazer, decide rápido e atua mais rápido ainda, com o máximo de energia concentrada no mais curto espaço de tempo.

 

Ter uma Visão significa ver aquilo que as outras pessoas ainda não vêem. Por isso um empreendedor faz coisas que as outras pessoas não fazem.

4 – Acreditar em Si Mesmo- “No Fear”-  Sem Medo

Podes ter a certeza de uma coisa: se a tua ideia tiver algum valor vai ser um pouco invulgar (ou muito!). Significa que vem solucionar um problema, ou satisfazer uma necessidade ou um desejo que não estava a ser satisfeito, ou a fazê-lo de forma diferente.

Essa singularidade, se por um lado faz parte do glamour e do valor da tua ideia ou do teu projeto, por outro lado coloca-te numa posição possivelmente bastante desconfortável: 

  • – Vais ter pessoas favoráveis, opositoras ou condescendentes. Algumas delas são os teus melhores amigos ou pessoas de família que te adoram.
  • – Vais ter de aprender a “navegar à vista”, um pouco de tentativa e erro a tentar fazer alguma coisa que nunca foi feita.

O teu ego aqui tanto pode ser um aliado como um inimigo. Será um inimigo se te impedir de fazer as coisas necessárias por medo de errar, com medo do que outras pessoas vão dizer ou pensar.

Se te faz sentir mal o facto de outras pessoas pensarem ou dizerem mal de ti por estares a seguir a tua ideia e correres atrás dos teus sonhos, isso significa que ainda estás mais interessado em alimentar o teu ego do que em conquistar o teu sonho. Muda isso. Tu és o mensageiro e o teu sonho é a mensagem que precisa ser entregue.

Dizer que o António era uma pessoa tímida seria um eufemismo. A primeira vez que o vi, ele não conseguia falar com ninguém mais de 2 ou 3 palavras e nunca levantava os olhos do chão.

 

Para mim não era mais uma das pessoas do grupo, porque não somente falei com ele, como fizemos um vídeo juntos, e tenhos feito questão de fazer pelo menos uma foto de cada vez que nos encontramos, e já foram muitas dezenas de vezes.

 

Mas o traço de personalidade que me interessa sublinhar aqui é o facto de o António ter feito as Missões Humanitárias à Guiné em que participámos, no GAS e, conforme as suas declarações: “faço isto para vencer os meus medos”.

 

Fizemos (e ele também) 5 mil quilómetros de carro através de África levando ajuda humanitária ao povo da Guiné Bissau. Atravessámos o deserto do Sahara Ocidental, passámos os campos minados da Terra De Ninguém entre Marrocos e a Mauritânia. Nada mau para uma pessoa que pretende vencer os seus medos.

Em Nouakchott, sentimos toda a insegurança de uma cidade árabe caótica. Passando pelas ruas da cidade, com uma escolta policial que conseguimos no controlo policial à entrada da cidade, vimos buracos que atribuí a balas, nos prédios velhos mas inacabados, toda a gente nos parecia com ar suspeito. A escolta levou-nos até um parque fechado por um muro alto e um portão de ferro, com um guarda na porta, para dormirmos num hotel de improviso.

 

No dia seguinte, quando chegou a hora de ir embora e se abriu o portão do parque, começámos a tirar os veículos para o meio da estrada. O caos era imenso mas quando chegou a minha vez de sair com o meu carro, vi o António, no meio da avenida com os braços abertos e um ar feroz que nunca lhe tinha visto, a mandar parar todos os carros para nós sairmos do parque em segurança.

 

A sua baixa estatura e magreza de físico estava a ser largamente compensada pela assertividade com que mostrava as palmas das mãos e serenava o caos. Lembrava  Jesus Cristo a acalmar uma tempestade.

 

Pensei que sim, o António tinha vencido o medo. Pensei isso, mas estava enganado.

 

Assim que a sua colega de viatura passou por ele, o António deitou a correr atrás do carro, e quase entrou nele em andamento, tal era a vontade de sair dali para fora.

 

Confidenciou-me mais tarde que estava cheio de medo sim, mas o facto é que venceu o medo fazendo uma coisa difícil, de livre iniciativa e com toda a energia que conseguiu colocar na ação.

Tu não tens importância, o teu sonho sim, toma conta de ti e de todas as tuas energias e, se for preciso, ganhas uma força sobre-humana e fazes milagres.

Gosto de dizer que “enquanto trabalhas no teu sonho, o sonho trabalha em ti”. Vai-te transformando na pessoa que precisas ser para o realizar.

Por isso, o que os outros pensam de ti é irrelevante.

Medo? Todos temos medo. Mas há um antídoto infalível contra o medo: a ação. 

O medo da batalha é grande, antes de batalha. O medo do palco é grande, antes de entrar em cena.

O medo cura-se com ação. Quanto estás envolvido a 100% a fazer o que tens de fazer, não tens tempo para pensar que tens medo. Sentes a pressão da adrenalina ou do entusiasmo, ou o risco do jogo que estás a jogar, mas medo… isso passou.

 

5- Reunir Recursos

Todas as boas ideias e todos os projetos que valem a pena vão exigir de ti tudo o que tenhas para dar e, isso raramente chega. Os teus recursos são: tempo, dinheiro e competências e, acredita, vais precisar de muito mais do que tens disponível quando tomas a tua decisão de avançar.

Por isso precisas financiar-te, arranjar tempo dentro da tua agenda preenchida e aprender uma quantidade considerável de coisas novas. Algumas nem sabias que existiam até sentires falta delas.

O Miguel não sabia o que era um link quando iniciou o seu negócio de Internet Marketing, não sabia o que era um autoresponder e, obviamente, não tinha uma lista e não saberia o que fazer com ela, caso a tivesse.

 

Podias pensar que não foi muito inteligente da parte do Miguel iniciar um negócio de Internet Marketing sem saber o mínimo dos mínimos, sem sequer entender o jargão da indústria onde estava a começar um negócio. 

 

Mas o Miguel sabia o que tu estás a ler agora: viu a oportunidade, tomou a decisão e tratou de reunir recursos: Dinheiro, tinha, tempo arranjou, competências aprendeu-as.

 

Atualmente já o vi por duas vezes a falar em palcos internacionais, para milhares de Internet Marketers e partilhar a sua visão e os seus resultados.

Quanto ao dinheiro, penso que é o mais comum é “não ter dinheiro”. Porém a verdade é que toda a gente tem dinheiro, pode é não ter agora, de momento dinheiro disponível suficiente para fazer tudo aquilo que precisa fazer. Isso é que é a realidade. Pois, dinheiro, todos temos.

Há uns dias atrás um leitor do meu blog falou comigo no skype para me dizer que tinha sonhos grandes, e que queria mudar de vida. 

 

Quando lhe perguntei o que queria dizer com “sonhos grandes” e “mudar de vida” confidenciou-me que tem de mudar-se para uma casa maior. No apartamento onde paga renda, só tem um quarto e vem um filho a caminho, para se juntar ao que já tem. Deu a si própria um ano para conseguir realizar esse sonho e eu concordei.

 

Eu achei o máximo, tendo 4 filhas eu próprio e tendo vivido 10 anos numa casa pequena, com as minhas filhas todas no mesmo quarto. Ganhei simpatia imediata com aquela pessoa. Um ano acho suficiente para poder mudar-se, sabendo eu o potencial dos negócios online, e, claro tendo a minha própria experiência para a ajudar caso ela trabalhasse comigo.

 

Falámos de dinheiro, de quanto dinheiro ela precisaria para iniciar o negócio dela na Internet e do dinheiro que tem disponível agora mesmo para começar.

 

Como é normal, o dinheiro que tem é perto do zero, muito longe do que necessita para criar um negócio de sucesso online e poder comprar a sua casa nos próximos 12 meses, como era o seu desejo. até aqui nada de anormal.

 

Lembro-me de que, quando comecei, há pouco mais de 2 anos atrás, eu não tinha nem 100 dólares (uns 75 euros) na época para comprar um curso online de que necessitava. Sei bem o que é não ter dinheiro ali na gaveta a ganhar pó e fazer contas de cêntimos quando ia ao supermercado.

 

Por isso, quando me disse que não tinha dinheiro eu achei perfeitamente normal. Disse-lhe o seguinte:

 

– Imagina que já tens a tua casa, que é a que vais ter daqui a um ano, mas imagina que já a tens agora. Vives lá com o teu marido e os teus filhos, e está tudo bem. Mas um dia… recebes um notificação das finanças, do IRS e por algum erro do passado, agora tens de pagar 10 mil euros nos próximos 30 dias, caso contrário perdes a tua casa. Pergunta: tu arranjarias o dinheiro para não perderes a casa?

 

A resposta foi certeira:

– Não sei como, mas haveria de arranjar.

Então eu disse-lhe que para não perder a casa que sonha, precisa financiar-se. Não irá precisar de 10 mil euros, longe disso(!) para começar, mas a mentalidade precisa ser exatamente a mesma: achar uma solução: reunir os seus recursos e conseguir o dinheiro.

Reparaste que aquela pessoa entrou em modo “solução” rapidamente quando se colocou a possibilidade de “perder a casa” e não o tinha feito quando o que estava em cima da mesa era “conseguir a casa”? Há uma razão para isso: quase todos nós agimos mais para não perder do que para ganhar. Caso te queiras “motivar a agir”, coloca-te em posição de perderes mais por não agir do que por agir, pois essa é normalmente a realidade: o preço de não fazer é normalmente bem mais caro do que o preço de fazer.

É isto que fazem todos os empreendedores do mundo quando acreditam numa ideia e a querem transformar em dinheiro: financiam-se. Alguns vão ao banco pedir empréstimos, outros fazem de outras formas, mas é o normal e todos os empreendedores e empresários do mundo o tiveram de fazer.

Quanto às competências, a mesma coisa: quando não as temos precisamos consegui-las.

De facto, as competências é algo que nunca temos que chegue. Precisamos de aprender coisas novas todos os dias, de melhorar a nossa ação e a nossa compreensão das coisas constantemente.

Algumas pessoas dizem que não podem prosseguir os seus sonhos porque não sabem nada disto ou não sabem nada daquilo. Para a ignorância há um bom antídoto: aprender.

As pessoas que falham são aquelas que não começam ou que desistem. E, quer acredites quer não, muitas pessoas desistem dos seus sonhos porque não porque não sabem como realizá-los mas porque não querem aprender. Só isso.

Tive um caso infeliz de um amigo que deitou por terra uma oportunidade de ter um negócio mundial porque “não sei inglês”. Não achas estúpido alguém perder uma coisa que até queria muito, simplesmente porque não quer aprender uma coisa que não sabe?

Toda a gente tem recursos e toda a gente tem prioridades. Quando estas duas coisas estão alinhadas, qualquer pessoa pode conseguir grandes resultados.

 

6- Procurar Aliados

Não te iludas: nunca iras conseguir algo de grande se o tentares fazer sozinho.

Nunca vais ter todas as competências de que vais precisar, nunca vais ter todo o dinheiro necessário e nunca vais ter todo o tempo que precisarás usar.

 

Podes ter como aliadas pessoas que não têm nada a ver com os teus projetos, mas que estão dispostos a apoiar-te: com tempo, dinheiro ou competências, e podes ter aliados que poderias considerar como “concorrentes” não fosse o facto de trabalharem em colaboração e não em competição.

Depois de 4 anos a tentar ganhar dinheiro online apareceu a rede Empower Network com os seus cursos de empreendedorismo, de produtividade, de liderança e de influência de massas. 

 

Para teres uma pequena ideia, dezenas de pessoas que começaram do zero, na mesma altura que eu, começaram a ter resultados parecidos com os meus muito rapidamente e eu estava furioso (a  história conto-ta aqui).

 

Tinha eu andado a queimar pestanas a aprender montes de coisas e agora conseguia finalmente começar a ter sucesso e vinham estes novatos, sem saberem nada disto, a começarem do zero e a terem o mesmo tipo de resultados que eu.

 

Fiquei furioso claro, mas de frustração por não ter nada disto quando tinha começado, 4 anos antes. Mas feliz por agora mais pessoas terem maiores oportunidades.

 

Rapidamente percebi que os novatos a terem muitos resultados, tinham-no porque trabalhavam arduamente, claro. Mas também porque estavam a aproveitar muito bem a experiência dos veteranos e estavam mesmo a superá-los!

 

A constatação disso deixou-me muito feliz, porque foi o primeiro sinal de que estávamos a fazer um grupo de aliados muito eficiente e que podia realmente ajudar as pessoas novas.

 

Muitas dessas pessoas novas ganharam muito mais dinheiro do que eu em muito menos tempo, em resultado disso: O Mário e a Carla, por exemplo, ganharam 16 mil dólares no primeiro mês, sem virem da área do Internet Marketing e eu tinha conseguido um valor semelhante, num só mês somente no meu 5º mês de negócio (15 mil dólares)

Têm a mesma mentalidade que tu, os mesmos objetivos e estão dispostos a conectarem-se contigo com os seus recursos: o tempo, o dinheiro e as competências que têm.

Por isso é tão importante criar e viver em redes de relacionamento em sinergia com outras pessoas, dando e recebendo tempo dinheiro e competências. Todos crescem mais em colaboração do que cresceriam em competição.

Por este motivo é tão importante participares de grupos, de comunidades como a da Tribo, empenhados em criar algo maior do que qualquer um dos seus membros conseguiria pelos seus próprios meios. A este conceito chama-se Network e é um dos mais populares da última década, no que respeita a filosofia de negócios:

Empreendedores independentes mas em inter-dependência. Digo-te: o conceito é genial e já percebeste porquê:

– Cada novo membro vem usufruir da experiência acumulada de centenas ou de milhares de pessoas, e vê a sua curva de aprendizagem drasticamente reduzida, ao mesmo tempo que o seu potencial de crescimento é drasticamente incrementado.

Procura e encontra redes de empreendedores com estas características. Isto vale ouro.

 

7- Seguir Mentores

Durante um tempo eu não fazia ideia do que era um mentor, e muito menos tinha noção da necessidade de ter mentores e de os seguir.

Vou dizer-te o que são:

Mentores são pessoas que percorreram o caminho que tu pretendes percorrer e que sabem e querem ajudar-te a percorrê-lo.

É isso. Podes ter mentores diferentes para aspectos diferentes da tua vida: um espiritual, outro para o treino físico, outro para negócios, ou para qualquer outra coisa que tu queiras melhorar na tua vida, mas o facto é que tens de os ter.

Vou dizer-te porquê:

Para conseguires transformar a tua ideia em dinheiro, ou o teu projeto, precisas de estudar e praticar (colocar em prática). Há coisas que aprendes pelo estudo, e outras coisas aprendes pela prática. Ambas são formas espectaculares de prosseguires o teu caminho na concretização da tua ideia.

 

Porém há um problema:

Como poderás tu saber se estás a executar a ação correta? Pelos resultados? Não me parece.

Como poderás tu avaliar os resultados de uma coisa que estás a fazer agora mesmo? Os resultados são o resultado (!) de uma determinada ação, vêm no final. Como poderás avaliar a validade dessa ação pelos resultados (que naturalmente não tens?)

Algumas pessoas fazem isso pela tentativa e erro. Fazem uma coisa, vêem como funcionou, corrigem, fazem de novo, avaliam de novo e corrigem de novo. Custos imensos em tempo, dinheiro e aprendizagem. Muito raras são as pessoas que se mantêm firmes no seu propósito por tentativa e erro, seja porque esgotam os recursos, seja porque acabam por perder a vontade e a energia com o passar do tempo.

Um mentor ajuda muito.

Como ele já percorreu o caminho, pode dar-te indicações que nunca poderias encontrar nos materiais de estudo, e poderias nunca descobrir por ti mesmo, na tentativa e erro.

Têm um valor inestimável e por isso eu gosto sempre de acrescentar a Modelação ao Estudo e à Prática,  nas formas de aprendizagem. Modelação é a arte de seguir um modelo, ou mentor.

 

8- Identificar as 5 ações diárias mais produtivas e colocar ação massiva nelas

Em todas as atividades há ações produtivas e ações não-produtivas. Se tens uma ideia que queres transformar em dinheiro, precisarás de te focar 80% do tempo nas atividades geradoras de rendimento, as tais ações produtivas, e 20% do tempo nas actividades não geradoras de rendimento, as ações não-produtivas.

Tudo o que é produtivo é aquilo que fazes e que traz resultados.

No caso de uma atividade comercial, por exemplo, tudo o que tenha a ver com o processo de vendas, é actividade produtiva: gerar contactos, acompanhar potenciais interessados, fazer fechos, produzir e enviar informações para os interessados, explicar as coisas, receber o dinheiro,  entregar o produto ou o serviço, etc…

Actividades não produtivas são aquelas dedicadas à melhoria, à evolução: o estudo, os cursos, a aprendizagem, a análise dos números e das estatísticas, a avaliação dos resultados, o planeamento,

Há pessoas que passam 80% do tempo a planear e a estudar, e depois 20% a executar. Há mesmo quem nunca chegue à fase do “executar” porque passa todo o tempo no estudo, no planeamento, na análise. É claro que não têm resultados, porque todos os resultados vêm da ação e nenhum do estudo.

Se tiveres pouco tempo e tiveres de optar entre estudar e fazer: faz. Vais aprender também através da ação, mas nunca terás resultado através do estudo somente.

Presta bem atenção. Esta é uma das maiores dicas de produtividade que já vi, e que descobri à minha custa:

Quando é tempo de executar não é tempo de pensar, da mesma forma que, quando é tempo de pensar não é tempo de executar.

Muitas pessoas perdem-se na procrastinação, porque não têm um plano e quando chega a hora de executar uma tarefa, começam a pensar se devem ou não fazê-la, se é a melhor hora, se as condições são ótimas, e outras armadilhas da mente para as manter na inércia.

Pensa durante o tempo necessário, planeia, e coloca as ações na agenda. Esse é o tempo de pensar e não é o tempo de agir. Não te ponhas a fazer parvoíces sem pensar, porque vais gastar a maior parte dos teus recursos a tentar reparar os erros que irás cometer. Pensa, não atues. 20% do tempo é para isso.

Depois de teres pensado, depois de teres feito as tuas avaliações, o teu estudo e teres traçado o teu plano, parte para a ação, sem segundos pensamentos. É para fazer, é para fazer.

Podes pensar se é melhor fazer de uma forma ou de outra, dentro do que te for possível escolher, mas nunca mais te é possível escolher fazer isso ou não fazer. Entendeste?

Quando estás a delinear as tas tarefas, para te levarem à realização da tua ideia e à sua transformação em dinheiro, lembra-te:

Mesmo as ações produtivas não são todas iguais. Identifica as 5 que nunca podes deixar de fazer, faça chuva ou faça sol, estando triste ou contente, de saúde ou com uma dor de barriga: sempre. Sem falhar nunca.

Essas são as ações que te vão levar lá, pela repetição, pela perseverança, pela acumulação. Se tu não falhares, elas também não te vão falhar e vais ver como te vão trazer a realização do teu sonho e a transformação da tua ideia numa máquina de fazer dinheiro.

Isso leva-me ao próximo tópico que é:

 

9- Persistência na Ação Diária

Gosto muito do conceito do “método diário de operações” porque sei que os resultados não vêm daquilo que nós fazemos, mas sim daquilo que fazemos todos os dias.

Há uma mística na rotina que está diretamente ligada com o nosso cérebro: os caminhos neuronais criado pela repetição de uma mesma ação, ou pensamento. Como a água que escava sulcos cada vez mais profundos quanto mais vezes passa pelo mesmo trajeto, a passagem electrica entre neurónios, é mais rápida, mais fácil (com menos desgaste energético) quando passa pelo mesmo circuito.

Aprender, ou fazer algo novo é de facto forçar a passagem da comunicação neuronal por caminhos novos. Necessita de um pouco de esforço, durante um tempo, até que se torne um hábito novo e se faça até sem pensar. Isso acontece pela rotina, pela repetição e é um fenómeno fantástico porque nos permite fazer tornar algo difícil em fácil, e isso liberta a nosso mente e a nossa energia para continuar a superar novos desafios e a transformar coisas cada vez mais difíceis em fáceis.

O que acabei de descrever tem dois nomes: aprendizagem e crescimento. Fazemos isso desde que nascemos, mas o que tem isso a ver com Persistência?

A ação diária torna-nos a vida muito mais fácil, tornando o difícil em fácil. Estão ainda por descobrir os limites para a plasticidade do nosso cérebro e o poder que temos nele para mudar o mundo e as nossas vidas.

Os cientistas da cognição apontam 4 graus de aprendizagem:

  1. Incompetência Inconsciente – Não sabes o que não sabes (estás fechado à evolução)
  2. Incompetência Consciente – Sabes o que não sabes (e podes aprender)
  3. Competência Consciente – Sabes que sabes (podes ensinar)
  4. Competência Inconsciente – Não sabes o que sabes (tens resultados mas não sabes como isso acontece)

O 4º grau é o grau do fácil. tudo é fácil, simples e natural, todas as ações são corretas e as decisões acertadas porque estás a trabalhar a um nível de competência inconsciente. Este nível de competência é conseguido pela repetição de um padrão de pensamento e ação: aprender, sempre, todos os dias, das 3 formas possíveis: estudo, prática e modelação.

Parar de fazer, interromper a ação tem duas faces perniciosas: páras de aprender e deixas de produzir resultados.

Por isso é mais eficaz trabalhar 2 horas todos os dias do que 15 horas ao fim de semana. Por isso é que é tão difícil pegar de novo numa rotina quebrada, seja ela uma dieta ou voltar ao trabalho depois de umas férias. Por isso é preciso continuar a executar as 5 ações diárias que identificares como mínimo possível para ser feito num dia e nunca, nunca deixar de as fazer.

 

10- Distinguir o Veículo do Tesouro

Deixa que te intrigue um pouco: Nunca confundas o veículo com o tesouro.

Imagina que és o condutor de um veículo de segurança, blindado, e que vais transportar uma remessa de ouro. 

Estás encarregue da segurança do veículo. Agora imagina que havia um acidente. 

Irias tu focar-te em salvar o veículo, mesmo que isso pudesse implicar a perda do tesouro? Ou irias focar-te em salvar o tesouro, mesmo que para isso tivesses de sacrificar o veículo?

Algumas pessoas estão tão compenetradas no veículo que esquecem o tesouro. Esquecem mesmo que levar o tesouro é a única missão do veículo e que se ele não a cumprir, não serve realmente para nada.

Lembro-me da Sónia que tinha um negócio de marketing de rede mas não ganhava realmente dinheiro com ele. Na verdade mais de 80% das pessoas envolvidas no marketing de rede não ganham realmente grande coisa, por outro lado muitas pessoas ganham realmente pequenas fortunas, mas isso é um aparte (verdadeiro, porém). A empresa com a qual a Sónia trabalha tem um marketing e uma cultura muito forte, e muitos distribuidores mantêm-se a funcionar na oportunidade porque se sentem bem fazendo parte daquela cultura. Isso é fantástico.

 

A Sónia deve abandonar um projeto que a faz sentir bem? Com certeza que não. Porém precisa reestruturar as suas prioridades conforme quer ou não realizar os seus objetivos financeiros. Provavelmente precisa admitir que como forma de ganhar dinheiro essa oportunidade não é grande coisa, mas como clube social sim. Precisa manter esse veículo pelos benefícios de “clube social” que lhe traz mas precisa achar outro veículo pelos benefícios financeiros que esse não lhe traz.

 

Porém, isto foi o que aconteceu: só pelo facto de equacionar a possibilidade de tentar achar outro veículo financeiro, sentiu que as pessoas e a organização a que pertence mudaram a sua atitude em relação a ela: fizeram-na sentir mal, desleal, traidora em com uma cultura tão forte, a Sónia começou a sentir-se muito mal consigo mesma só pelo facto de ter pensado em achar outro veículo financeiro, pois aquele, e aquelas pessoas não têm realmente muito para a ajudar.

 

Algumas organizações usam este tipo de coação emocional para melhorarem as suas “taxas de retenção” e manterem as pessoas a consumir produtos durante mais tempo dentro da organização. Se é o teu caso, verifica se a ligação emocional que tens com a tua organização (e é fantástico ter uma) serve o teu interesse ou te prejudica.

 

A Sónia não procurou outro veículo e acabou por contentar-se com o dia-a-dia. O veículo tinha tomado o lugar do sonho e ela tinha deixado.

O que era importante (uma ideia vencedora que podia ser transformada em dinheiro) deixou de ser o importante, e o veículo, que seria a empresa, passou a ocupar o lugar do tesouro.

É preciso saber quando desistir de um veículo para salvar o tesouro, pois, como sabes, há uma diferença entre ser persistente e ser teimoso e interessa que tenhas isso bem claro.

Quando persegues a realização de um sonho, quando queres transformar uma ideia em dinheiro, e ser realmente pago pelo valor que trazes para o mundo precisas ter a coragem de deixar uns companheiros de jornada que já não têm a competência ou a vontade para te acompanharem, e procura outros. Quando os aliados deixarem de ser aliados, precisas achar outros, quando os mentores deixarem de mentorar, procura outros.

Esta é a ordem natural das coisas.

Ah! E a lealdade? Eu sou leal, eu sou fiel.

A lealdade e a fidelidade são valores inestimáveis, e ainda bem que o és. És leal e fiel a quê? Ao veículo ou ao tesouro?

Deves lealdade a toda a gente com quem te cruzas no teu caminho: a lealdade de seres tu mesmo e de poderem sempre contar com a melhor versão de ti próprio em tudo o que possas ser-lhes útil. Essa é a lealdade que deves a toda a gente que se cruza no teu caminho e é a lealdade que deves a ti mesmo. A ideia que te entusiasma e que queres transformar em dinheiro é que é o teu farol.

Vais trabalhar muito, vais cruzar-te com muitas pessoas pelo caminho, umas ficam mais tempo e outras menos tempo, mas tu tens uma rota traçada e um tesouro em mente.

Os frutos virão. Nunca falha. Só não tem sucesso quem não começa e quem desiste. Todos os outros são bem-sucedidos e tu, para seres bem sucedido precisas de 3 qualidades invulgares na maioria das pessoas: Paciência, Resiliência e Entusiasmo permanente

 

11- Vamos falar de Paciência

Precisas ser paciente porque não dominas todas as dinâmicas do universo e o que fazes combina-se com tudo o que acontece no mundo para produzir o teu resultado. Por muito que faças, o mundo não produz o que queres instantaneamente. Há muitas peças em jogo, há muitos jogadores, há circunstâncias que precisam mudar e mudam, mas no seu próprio tempo.

Também precisas ser paciente com os teus aliados, com os teus seguidores e com os teus líderes e mentores. Lembra-te que eles têm as suas próprias ideias vencedoras que estão a desenvolver e a transformar em dinheiro e a transformar em recursos para melhorarem o mundo. O teu objetivo só poderá ser conseguido como resultado de uma conjugação única de objetivos conseguidos por todas as pessoas à tua volta.  Precisas ser paciente com todas as pessoas pois cada uma delas está a trilhar o seu próprio caminho e, dessa forma, a contribuir também para que a tua ideia vencedora se concretize.

E precisas ser paciente contigo mesmo. Tu não sabes tudo. Podes ter a certeza: são muito mais e mais importantes as coisas que não sabes que não sabes do que as que pensas que sabes. O que nem sabes que não sabes é o que te vai levar ao teu objetivo, por isso, sê paciente contigo mesmo.

Dá o teu máximo todos os dias, estuda, pratica e modela. Tu és o máximo, se fizeres o máximo, independentemente de teres ou não teres os resultados que querias dentro do prazo que gostarias de os ter.

Há muitos anos atrás estava em minha casa a jantar, com mais alguns amigos e aliados de negócio e disse de novo uma coisa que há 10 anos o ouço dizer:

 

– “O que eu quero é correr atrás do sol! Imagina que temos casas num paraíso tropical e nós vivemos ali o tempo que queremos, tendo uma boa ligação à Internet, claro. Estamos ali com as crianças, várias famílias, eu o Rui, a Paula, quatro ou 5 de nós.

 

Trabalhamos um pouco, damos um mergulho na água quentinha, voltamos para a areia branca debaixo das palhotas, ou no alpendre da casa que está mesmo no areal.

 

Cocos, e frutas tropicais, comida incrível, beber e rir até não poder mais divertindo-nos uns com os outros. Fazemos uns vídeos e uma fotos, escrevemos uns artigos e pomos na Internet, e com esse tipo de vida, ganhamos 1000 euros por dia.

 

Quando nos cansarmos de estar ali, deixamos tudo para trás, levamos o computador e o cartão de crédito e vamos para outro lado, com uma muda de roupa na mala, e fazemos o mesmo, noutro paraíso do mundo, à nossa escolha.”

 

A minha esposa, Melissa disse do outro lado da mesa:

 

– “Belize! Tenho mesmo andado a ver como se vive em Belize e a procurar sítios onde ficar, eu adoraria fazer isso lá! Até tenho os cálculos do custo de vida, preços de tudo o necessário incluindo viagens aéreas, aluguer de casas e comida.”

 

Nessa época, nenhum de nós ganhava dinheiro. O pouco que conseguíamos ganhar mal dava para pagar as contas, mas a conversa entusiasmada do Sílvio pôs a nossa imaginação a trabalhar. A Melissa minha esposa, que tinha de fazer 12 refeições com um frango e estava habituada a poupar em tudo para conseguirmos sobreviver, andara já a vasculhar a Internet construindo um sonho na sua mente e na sua imaginação: Belize.

 

Todos nos emocionámos com a visão e as nossas imaginações ficaram excitadas com a visualização das praias, do estilo de vida.

 

O nome Belize tornou-se um símbolo de liberdade a partir daí.

 

Não sabíamos muito bem por onde começar, estávamos já a dar o nosso melhor, sem grandes resultados. Passaram 3 meses e não estávamos mais perto de “Belize” do que estávamos antes.

 

Passou um ano, e não estávamos mais perto. Aliás, nada parecia ter mudado, pelo menos não parecia. Hoje sei que estávamos a crescer o necessário para nos tornarmos nas pessoas que ganham 1000 euros por dia. Quando partilhámos a visão não éramos ainda essas pessoas.

 

Passou 1 ano. 1 ano inteiro de lutas inglórias, de tentativas e erros, de estudo, prática e modelação e… nada.

 

Em Maio, 3 anos depois do jantar onde se lançou aquela visão e a Melissa falou em Belize tive o meu primeiro mês de mais de 30 mil dólares (mais de 1000 por dia). Estes resultados não são típicos e nem toda a gente consegue, mas eu consegui e outras pessoas também.

 

Nestes últimos 2 anos e meio visitei 22 países e territórios e a visão daquele jantar começou a tornar-se realidade.”

Eu tinha pressa. Eu precisava de ganhar dinheiro com fartura. Porém o universo não se interessa com o que eu preciso, interessa-se com o que eu tenho para dar.

Como diz o meu amigo Miguel (aquele que não sabia o que era um link quando começou o seu negócio de Internet Marketing), ele diz:

– O Universo funciona em modo pré-pago

Significa que temos de dar muito antes de recebermos um pouco. Também significa que quando damos tudo, o Universo responde dando-nos muito mais do que poderíamos ter pedido.

Quando? Quando ele entender que chegou a hora, quando “os astros estiverem alinhados” e a tua ideia vencedora estiver a cumprir o seu papel realizando as ideias vencedoras das pessoas à tua volta. Por isso:

  • Paciência com o Universo pois ele dá-te mais do que poderias ter sonhado em pedir.
  • Paciência com os outros. Eles têm os eu próprio caminho e não estão ali com o único propósito de serem teus aliados, tu também és aliado deles.
  • Paciência contigo mesmo: muito do que precisas saber ainda não sabes, e não sabes que não sabes. Dá o teu máximo e confia em ti, pois vais transformar-te na pessoa que precisas ser, e isso demora alguma tempo.

 

12- Resiliência: a Arte de Renascer

Há uma qualidade dos visionários e de todos os empreendedores de sucesso que não é assim tão vulgar nas pessoas comuns: a resiliência. Vais precisar dela se queres pegar numa ideia valiosa e transformá-la em dinheiro.

Há pessoas que não se dedicam de paixão, não se envolvem de corpo e alma numa coisa porque têm medo de não conseguir e de ter de lidar com o fracasso. Há pessoas que preferem não ganhar muito para não correrem o risco de perder muito.

Não sabem que o fracasso ou o sucesso não têm qualquer importância, o que conta é o resultado. O que fica depois do sucesso, e o que fica depois do fracasso. E isso está completamente nas tuas mãos: costumamos dizer que não importa o que acontece, importa sim o que tu fazes com o que acontece. É a mesma coisa.

Um dia vais ver resultados e vais também deixar de os ver. A tua ideia vai ter sucesso, e vai deixar de o ter. Tu vais estar entusiasmado, e vais deixar de estar. Vais conquistar coisas e vais perdê-las. Eu sei que isso vai acontecer porque o ganhar e perder são parte da mesma equação e tu precisas dominar ambos.

Gosto do Harry Potter e uma das minhas personagens favoritas é o reitor Dumbledore.

 

Ele é um dos feiticeiros mais poderosos de todos os tempos, uma lenda viva e tem como animal de estimação e símbolo pessoal uma Fénix.

 

Caso não saibas, a fénix é um pássaro mitológico com as peculiaridades de ter lágrimas que curam todas as feridas e de se incendiar no final da vida (de 500 anos) e voltar a renascer das cinzas.

Perder algo que se tinha é fantástico e vou dizer-te porquê.

Curar as feridas com as lágrimas e renascer das cinzas, fizeram da Fénix o simbolo da resiliência: a capacidade de voltar às conquistas depois das derrotas.

Existe uma estanha economia no Universo. Quando ganhas alguma coisa, perdes outra e também, quando perdes alguma coisa, ganhas outra. Nunca falha.

Algumas pessoas lutam muito. Nunca desistem enquanto estão na luta, e um dia o Universo começa a responder, dando muito. Aquela pessoa sente o sucesso, saboreia-o e sabe que o merece. Teve de pagar um preço, evidentemente. Deixou de ser, ter e fazer certas coisas para poder ser, ter e fazer outras. Perdeu umas coisas para conseguir outras. Está correto.

Um dia, por imensos e variados motivos, aquela pessoa perde o que tinha conquistado. Talvez mesmo tenha ficado pior do que alguma vez tinha estado.

Este é um ponto de viragem e o derradeiro teste. O que farias tu depois de teres lutado a vida toda, conquistado muito e perdido tudo?

Vou dizer-te o que fazem as pessoas de sucesso. Para elas desistir não é opção, e começam de novo. Sabem que, com cada realização vem uma perda e com cada perda vem uma realização.

Este é o poder da Fénix. Recriar-se a partir das cinzas, curar todas as feridas com as próprias lágrimas. Isto significa que te podes focar no que ganhas, sempre que perdes, porque ganhas sempre alguma coisa nesta economia estranha e universal.

E podes voltar à tua ideia vencedora, voltar a reunir recursos, aliados, e recomeçar e fazer ainda melhor desta vez porque tu estás melhor. O facto de tomares consciência de que não sabes alguma coisa, é o primeiro passo para aprenderes.

Não te preocupes com o ego, não tens de provar que és melhor que ninguém. Assumir erros e seguir em frente é parte do segredo para te tornares indestrutível.

Indestrutível como a Fénix.

 

13- Entusiasmo 24 horas por dia.

Não sei se passaste pela experiência de conviver com uma pessoa sempre entusiasmada. Sorri constantemente, e não há um problema no mundo para ela. Eu já, e não gosto disso.

Não é natural, parece falso porque é falso. Fica mesmo difícil conversar com uma pessoa assim. Por alguma razão ela criou um campo de forças que não te deixa abordar os assuntos de forma produtiva. Provavelmente precisa proteger-se de alguma coisa, e essa foi a defesa que encontrou.

A realidade é que há dificuldades sim. Coisas más acontecem a pessoas boas e não há nada de errado em dar dois murros na mesma ou em gritar de frustração se te apetece. Liberta as emoções que faz bem à saúde.

O entusiasmo de que falo é paixão. Uma forma de energia que te leva a fazer coisas. Muitas coisas, e muito rapidamente, com uma emoção positiva que te faz sentir bem.

Isso é entusiasmo. De onde vem? Como consegui-lo?

Isso é fácil, realmente.

Há pessoas que precisam ver coisas boas para se sentirem entusiasmadas. Afinam o seu nível de entusiasmo pelas circunstâncias que vivem: Se têm sucesso, estão entusiasmados, se não têm, perdem o entusiasmo.

Ora, sendo o entusiasmo a energia que te leva a fazer as coisas, se não tens resultados não seria boa ideia colocar mais energia e fazer mais e melhor as coisas?

Sim, seria lógico, porém muitas pessoas acham que o entusiasmo vem dos resultados. Como não têm os resultados que gostariam de ter, não estão entusiasmadas e como não estão entusiasmadas não colocam paixão nas coisas, fazem tudo pesadamente, lentamente e mal feito, e por isso têm ainda menos resultados de onde vem ainda menos entusiasmo.

Isto é no mínimo estúpido. É estúpido porque é baseado na falsa crença de que o entusiasmo vem dos resultados.

A realidade é que o entusiasmo não vem dos resultados. O entusiasmo vem da Visão.

Quando tens uma ideia vencedora, sentes já em todas as células do teu corpo como te sentes na sua realização. Consegues quase sentir o vento no rosto e a emoção de ter conseguido realizar essa ideia. Vês o resultado quando ainda não está visível (lembras-te lá atrás quando falámos do que é ter uma Visão?) e sentes esse resultado na tua mente e nas tuas emoções.

É aqui que nasce o entusiasmo. É aqui que reside o teu depósito inesgotável de combustível que vai alimentar todas as tuas ações, independentemente das circunstâncias.

  • Nos dias de sucesso, estás entusiasmado porque o sucesso está a validar as tuas decisões e as tuas ações e isso dá-te confiança no caminho. Sucesso é somente validação.
  • Nos dias de fracasso estás entusiasmado porque lutaste e perdeste contra um temível adversário. Para a próxima já sabes como lidar com ele, e queres a desforra rapidamente. Mal podes esperar para o enfrentares de novo, depois de te preparares convenientemente. Fracasso é avaliação.

Não achas a coisa mais fácil do mundo o facto de estar entusiasmado todos os dias, 24 horas por dia? E não é a melhor forma de viver, ter esta visão e esta energia inesgotável?

 

14- Compromisso.

Haverá sucesso sem compromisso total e absoluto? Já me coloquei esta questão mais de uma vez.

  • Há pessoas que fazem um pouco e têm alguns resultados, e pessoas que fazem muito e têm muitos resultados. Porém, compromisso não é fazer pouco ou fazer muito.
  • Há pessoas que parecem touros, baixam a cabeça e vão em frente sem parar para nada nem ninguém. Porém compromisso também não é força de vontade.
  • Há pessoas que, quando dizem que estão comprometidas com a realização da sua ideia vencedora, querem dizer que querem muito realizá-la, mas compromisso também não é desejo.
  • Há pessoas que não pensam em mais nada a não ser na sua ideia vencedora. Foco total. Isso é fantástico, mas foco também não é compromisso.

Vou dizer-te o que entendo por compromisso.

Quando deixei de fumar, fi-lo baseado na constatação de que já tinha fumado bem a minha parte e estava pronto para ser outra pessoa. Fiz o mesmo quando deixei de beber álcool, o mesmo quando pedi a Melissa em casamento e fiz precisamente a mesma coisa quando decidi ficar rico: decidi ser transformar-me em algo diferente: saudável, feliz, rico.

 

Parece-me bastante absurdo, dizer que se quer mudar alguma coisa e depois não querer mudar nada

 

. Não poderia nunca casar-me com a Melissa e continuar solteiro. Não poderia nunca ser mais saudável e continuar a fumar e a beber, da mesma forma que nunca ficaria rico continuando a ser pobre nas minhas decisões e nas minhas ações. Faz sentido?

 

Quando se toma uma decisão, tens de ter consciência de que o EU que vai realizar o objetivo NÃO É O MESMO EU que tomou a decisão. Nunca. Vais transformar-te pelo caminho sendo moldado pelo processo que vais viver.

 

Isso para mim ficou claro quando entendi que mesmo que ganhasse a lotaria não seria um homem rico, mas somente um homem pobre com dinheiro. Dentro de pouco tempo o pensamento, as decisões e as ações do pobre que continuava em mim venceria o facto de ter tido dinheiro e ficaria tão pobre como antes. (Podes ver as estatísticas dos vencedores de lotaria, quantos continuam ricos depois de 10 anos: 1%, que é a mesma média do resto da população.)

 

Não.

 

Compromisso significa abraçar as mudanças que são colocadas na tua frente fruto do processo que escolheste viver.

 

Repito: Compromisso é abraçar as mudanças colocadas na tua frente pela dinâmica do processo que escolheste viver.

 

Explico.

 

Quando pedi a Melissa em casamento abdiquei livremente da liberdade de escolher as mulheres que quisesse. Entreguei voluntariamente a liberdade em troca de uma decisão.

 

Quando deixei de fumar ou de beber, decidi abdicar da liberdade de poder escolher fumar ou não, de poder escolher beber ou não. Quando estou num jantar, todas as pessoas podem escolher se vão beber vinho ou outra coisa qualquer. Eu não. Eu abdiquei livremente dessa liberdade no dia em que tomei a decisão de deixar de beber: eu não sou livre de escolher beber vinho. A decisão de deixar de beber foi livre, e, como todas as decisões, implicam uma entrega da liberdade de escolha.

 

Este é o preço a pagar por uma decisão: entregar a liberdade de escolha, voluntariamente, escolhendo uma coisa e não escolhendo outra.

 

Quando tens 20 euros no bolso e pagas com eles o teu jantar num restaurante, estás a abdicar da liberdade de poderes gastar esse dinheiro num livro ou numa ida ao cinema. Abdicaste da liberdade de escolha pelo simples facto de teres escolhido.

 

Faz sentido?

O compromisso não é nada mais nada menos que o mesmo: abdicar da liberdade de escolha, escolhendo.

Quando tomei a decisão de ficar rico fazendo o que faço hoje, tomei ao mesmo tempo duas decisões:

  1. Ficar rico
  2. Fazendo o que faço hoje.

Poderia não ter escolhido ficar rico e ter decidido tomar outro objetivo. Mas decidi ficar rico.

Poderia ter escolhido ficar rico fazendo outra coisa qualquer, como jogar na lotaria, em apostas, em imobiliário, em ações na bolsa, fundando empresas…., mas não decidi isso, decidi que ia conseguir o meu objetivo usando este veículo.

Destas duas decisões deriva um compromisso: eu deixei voluntariamente de ter a liberdade de escolher outros objetivos abandonando este, e deixei de ter a liberdade de escolher fazer ou não fazer as coisas necessárias próprias do veículo que escolhi.

Se faz parte do meu veículo, por exemplo, estar num evento a cada 3 meses, eu já sei que tenho de estar lá, porque abdiquei da minha liberdade de escolher não estar, quando tomei a decisão de escolher este veículo. Exactamente da mesma forma que abdiquei da liberdade de escolher beber vinho à refeição no dia em que tomei livremente a decisão de deixar de beber.

Dessa forma, eu abdiquei voluntariamente da liberdade de poder não fazer certas coisas quando livremente decidi fazê-las.

Sim: abdicar da liberdade de escolha pelo facto de tomar uma escolha tem o nome de compromisso. É isso o compromisso.

E olha que é uma das coisas que mais depressa te aproximam da concretização das tuas ideias valiosas, simplesmente pelo facto de não teres de estar sempre a decidir as mesmas coisas.

Imagina se eu tivesse de estar todos os dias a decidir se iria fumar ou não!

  • Imagina-me diante de um cigarro, a ponderar se iria fumar ou não!
  • Imagina-me diante de um copo de whisky a pensar se o iria beber ou não!
  • Imagina-me diante da Melissa a ponderar se iria ficar com ela ou não.

E imagina o desgaste diário que isto traria! 

E pior: um dia facilmente iria tomar uma decisão errada, que  iria deitar por terra o meu objetivo e teria de começar de novo, numa posição mais fraca do que antes.

Por isso muitas pessoas estão sempre a recomeçar as suas vidas. O facto de não assumirem compromissos duradouros, põe-os a construir uma decisão em cima da fragilidade da anterior, e outra decisão, sobre a fragilidade da segunda.

Como estão sempre a decidir as mesmas coisas, chega o dia em que vão decidir dizer não a uma coisa que tinham dito sim. Em cima desse sim, tinham gasto uma fortuna em tempo dinheiro e competências, mas agora como o sim se transformou em um não, cai tudo por terra e ficou tudo perdido.

Quantas pessoas conheces a quem isso já aconteceu?

Quando tomas uma decisão, estás a dizer sim, automaticamente a todas as decisões que vêm na sequência dessa. Dizes que sim à luta pela realização da tua ideia valiosa, vais dizer sim a tudo o que vier em seguida e que te for útil na sua realização. Estando tu contente ou triste, doente ou de saúde, entusiasmado ou desanimado. Não interessa.Como te sentes agora é passageiro. A tua ideia valiosa é para sempre.

  • Vais ver oportunidades para fazeres mais e melhor e vais dizer sim a todas elas.
  • Vais ter a oportunidade de te cruzar com mentores que o universo colocou no teu caminho e vais dizer sim aos seus desafios.
  • Vão surgir-te ações para fazeres, sítios para tu ires, coisas para tu veres e tu vais saber se essas ações, sítios ou coisas são benéficas para o teu sucesso. E, caso a resposta visceral que tenhas for positiva não tens a liberdade de dizer “não”.

Deixa-me que te diga uma coisa: esta é a via fácil: a via do “sim-a-tudo” o que sentes que é importante para o teu processo. E , curiosamente, esta é a definição verdadeira de “compromisso”.

 

15- O Agora

Há uma coisa que tu sabes que precisas fazer agora e que te pode levar ao próximo nível. Tens adiado, ao longo desta conversa tens pensado nisso de vez em quando.

Pode ser começares o teu negócio online, finalmente conectares-te com um mentor, tomar ação e achar aliados e informação relevante, ou reunir recursos, ou tomar a decisão de finalmente fazer o que for preciso ser feito durante o tempo necessário para transformares a tua ideia vencedora, nascida da tua visão, numa máquina de produção de resultados.

Há alguma coisa que tu sabes te vai aproximar do teu objetivo e tu sabes que tens de a fazer mais tarde ou mais cedo. Agora é a hora de a fazeres. Agora mesmo. Deixa-me aqui que estou bem e vai fazer aquela ação específica que tu já sabes que precisas fazer para te levar ao próximo nível.

Essa é a ação necessária no Agora e, se a fizeres, valeu a pena teres investido todo este tempo conversando aqui comigo.

No Brasil a CVM autoriza fundos a investirem em criptomoedas.

Autarquia do ministério da Fazenda do Brasil publicou circular sobre o tema (Foto: Shutterstock)

Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou o investimento indireto em criptomoedas por meio de aquisições de derivativos e cotas de fundos do exterior. A circular da autarquia do ministério da Fazenda do Brasil, publicada nesta quarta-feira (19), prevê também “outros ativos negociados em terceiras jurisdições, desde que admitidos e regulamentados naqueles mercados”.

Na prática, uma pessoa poderia comprar cotas em um fundo, por exemplo, que tivesse 60% Bitcoin, 20% Ethereum e 20% Litecoin. Esse fundo faria a administração do dinheiro em troca, possivelmente, de uma comissão — similar a um fundo de ações.

O documento também traz uma preocupação especial com o combate à lavagem de dinheiro. Na opinião da CMV, a maneira mais adequada é realizar os investimentos por meio das exchanges de criptomoedas que deveriam ser  submetidas, conforme o texto, “à supervisão de órgãos reguladores que tenham poderes para coibir tais práticas ilegais”.

Contudo, não haverá restrições para que os investidores usem outros tipos de gestores desde que estes atendam às exigências legais e regulamentares.

Brasil e criptomoedasImage result for Brasil e criptomoedas

Entre outros cuidados a serem tomados, o órgão regulatório faz um alerta sobre os criptoativos fraudulentos, dados os casos recentes de scams em Ofertas Iniciais de Moedas (ICOs na sigla em inglês).

A circular aponta seis cuidados básicos sobre os projetos de ativos digitais:

  • (i) se o software base é livre e de código fonte aberto ou fechado;
  • (ii) se a tecnologia é pública, transparente, acessível e verificável por qualquer usuário;
  • (iii) se há arranjos que suscitem conflitos de interesse ou a concentração de poderes excessivos no emissor ou promotor do criptoativo, ou o uso de técnicas agressivas de venda;
  • (iv) a liquidez de negociação do criptoativo;
  • (v) a natureza da rede, dos protocolos de consenso e validação, e do software utilizados;
  • (vi) o perfil do time de desenvolvedores, bem como seu grau de envolvimento com o projeto;

Entre os pontos de preocupação do órgão do governo do Brasil, há também um ponto relacionado à dificuldade de avaliar qual o preço certo para cada ‘produto’.  “Um parâmetro possível, nesse sentido, é o investimento em criptoativos que contem com a divulgação permanente de índices de preços globalmente reconhecidos, elaborados por terceiros
independentes”Image result for Brasil e criptomoedas

Como o mercado de criptomoedas é bastante peculiar, a CVM também se prontificou a comentar sobre os airdrops e forks das criptomoedas. Visto que tais operações fogem ao escopo mais tradicional visto em outros ativos financeiros componentes das carteiras dos fundos de investimento regulados pela Instrução CVM nº 555, ela alerta para que os administradores e gestores de fundos com tais estratégias deixem claro, nos documentos do fundo, quais políticas adotarão em relação a tais eventos.

A CMV já havia prometido a liberação deste documento. Na época, Daniel Maeda, superintendente de relações com investidores institucionais da CVM, deixou claro que o parecer iria tratar apenas da aplicação indireta de fundos em moedas criptografadas. De acordo com Maeda, o documento deveria complementar o ofício-circular divulgado pela autarquia em janeiro desse ano, pelo qual ficou determinado que gestores de fundos não poderiam investir diretamente em criptomoedas.

Image result for Brasil e criptomoedas

Mais de 10 coisas que você pode comprar com bitcoins e talvez tu não sabia….

Image result for bitcoin aceitamos

Você pode comprar diversas coisas e usar Bitcoins, que é bem mais prático e já pode esquecer os cartões de crédito/débitos é bem mais seguras do que notas tradicionais, todos nós temos sempre um celular à mão, e hoje em dia devemos andar com pouco dinheiro no bolso, 

Aqui uma lista de coisas que podem ser adquiridas com BITCOINS. Você pode não saber, mas é possível pagar através de uma carteira de moedas criptografadas directo do seu celular.

1- Comprar cervejas e consertar sua bicicleta

Se você acompanha com afinco todas as matérias publicadas aqui no Tecmundo, provavelmente se lembra do bar e bicicletaria Las Magrelas, localizado no bairro da Vila Madalena (São Paulo capital). O estabelecimento foi palco do lançamento oficial da impressora 3D conhecida como Metamáquina; na ocasião, fizemos questão de testar o pagamento via BTC e comentamos sobre a praticidade de pagar uma cerveja usando a moeda digital. Se estiver passando pela região, não deixe de conferir.

curtir noss pagina

2) Contratar um serviço de mudanças

Mora nos Estados Unidos ou pretende se mudar para lá? O Accountable Moving garante um excelente atendimento por preços mais do que justos e também trabalha com Bitcoins. É possível contratar a empresa para mudanças residenciais, comerciais (escritórios) e para armazenamento temporário de cargas. Você pode solicitar um orçamento sem compromisso através do site oficial da companhia.

´zx

3- Adquirir games em formato digital

O Steam é uma plataforma excepcional no que diz respeito aos métodos de pagamento. Você pode comprar jogos através de cartões nacionais, débito automático e até mesmo boleto bancário. Mas, se você procura uma maneira mais futurista de adquirir aquele lançamento imperdível, a dica é recorrer ao SteamBits.

O serviço traz dezenas de títulos que podem ser adquiridos com Bitcoins e são transferidos rapidamente para a sua conta no Steam, Uplay, Origin ou Xbox LIVE. O ponto negativo do site é que o catálogo nem sempre está atualizado e o serviço não conta com uma variedade tão grande de games como nas lojas oficiais, mas ainda assim é uma alternativa a se considerar.

4- Viajar ao redor do mundo

“Brazillian Carnaval, February 2014: Travel to Brazil from 1,5 bitcoins!” Este é apenas um dos anúncios que se encontram atualmente na página inicial do BtcTrip. Como você pode imaginar, essa é uma agência de viagens que trabalha exclusivamente com Bitcoins e que organiza promoções periódicas para quem deseja acompanhar algum evento especial.

Além do exemplo citado acima, você também já pode comprar passagens para o Lollapalooza 2014 no Chile (1,5 BTC) ou para o TED Conference 2014 no Canadá (2,8 BTC). Entre os outros destinos oferecidos pela empresa, destacam-se a Irlanda, o Japão, a Califórnia, a Argentina, a Índia e a China. Acesse e confira as ofertas.

5- Registrar domínios

Sim, poucas pessoas sabem disso, mas um popular serviço de registro de domínios também aceita Bitcoins! O NameCheap não trabalha com endereços .br, mas você pode adquirir nomes .com, .org, .net, .co.uk e derivados. A anuidade gira em torno de US$ 4 (cerca de 0,02116 BTC na cotação atual). A companhia também presta serviços de hospedagem (simples ou dedicada), certificado SSL e proteção Whois.

(Fonte da imagem: MaximumPC)

6) Importar produtos para bebês

Parabéns, agora você é pai/mãe! Que tal comprar roupas, mamadeiras e outros produtos para seu filho usando moedinhas virtuais? O BabyCare.nl é uma loja holandesa que aceita encomendas internacionais e permite que o cliente pague da forma que achar mais conveniente – cartões Visa, Mastercard, American Express, Paypal, GiroPay, iDeal e… Bitcoins, obviamente. Ah, e não se preocupe: o estabelecimento é realmente seguro e conta com uma loja física que atua desde 1970 na cidade de Veendam. Quem disse que não se pode ensinar novos truques para um cão velho?

(Fonte da imagem: Reprodução/OsbonPharmacy)

7) Aprender eletrônica

Mais um representante brasileiro: o Webtronico é uma loja virtual especializada em kits Arduino e outras peças comumente utilizadas para projetos no campo de eletrônica e/ou robótica. É possível encontrar quase de tudo no site: cabos, LEDs, circuitos integrados, capacitores, reguladores, resistores, displays LCD, motores, baterias, sensores e módulos diversos de comunicação (GPS, WiFi, RFID etc.). Além disso, a loja entrega em todo o Brasil.

(Fonte da imagem: Divulgação/Arduino)

8) Completar sua coleção de facas

Canivetes táticos são essenciais para qualquer pessoa que goste de se aventurar em acampamentos ou trilhas; afinal, eles podem ser bastante úteis em situações de emergência. Por outro lado, há quem goste de adquirir esses objetos por puro hobby, colecionando os mais belos modelos e indo atrás das mais caras raridades.

Knives4Bitcoin, como seu nome sugere, é uma loja virtual que trabalha exclusivamente com facas e aceita pagamentos apenas em BTC. Há modelos para todos os gostos: de caça, buttlerfly, mola frontal, miniaturas etc. Os preços variam de 0,05 BTC (US$ 9,5) a 0,27 BTC (US$ 51,35).

9) Se graduar

Sim, nós estamos falando sério! A Draper University, localizada em San Mateo (Califórnia), chamou a atenção do mundo inteiro ao anunciar em meados de junho que passaria a aceitar Bitcoins como método de pagamento para as mensalidades de seus cursos.

Tendo se autoproclamado como “uma escola de heróis”, a instituição atua no campo de administração de empresas e tem como missão formar empreendedores criativos. Para isto, a universidade conta com um método bastante diferente de ensino, no qual cada aluno cria sua própria start-up (de verdade) durante os últimos oito meses de curso com a ajuda de monitores especializados.

(Fonte da imagem: Divulgação/Draper University)

10) Comer pizza

Deu fominha? Que tal pedir umas pizzas e pagar com sua carteira virtual? O PizzaForCoins não é exatamente uma pizzaria, mas ainda assim funciona bem: você primeiramente escolhe alguma lanchonete próxima da sua residência, faz o pedido e paga diretamente para o endereço informado pelo site. Após receber o valor, a companhia que fará o pedido na pizzaria escolhida e solicitará a entrega para a sua casa. Prático, rápido e delicioso!

Infelizmente, por enquanto, o PizzaForCoins só atua nos EUA, no Canadá e no Reino Unido. Caso você queira começar seu próprio negócio, fica a dica: talvez valha a pena investir em algo do tipo aqui no Brasil. Os usuários de Bitcoins agradecem.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

11) Fazer cirurgias estéticas

Essa é para quem acabou exagerando no item anterior e está precisando de uma lipoaspiração. A Elite Body Sculpture é uma clínica de cirurgias plásticas que aceita Bitcoins em suas duas filiais (Beverly Hills e Sacramento, ambas na Califórnia). O estabelecimento conta com uma equipe de doutores renomados e equipamentos de ponta para garantir a total satisfação e segurança de sua clientela.

Vale a pena conhecer o site oficial da clínica, no qual é possível conferir fotos de “antes e depois” de todas as operações oferecidas pela instituição.

12) Encomendar bijuterias de acrílico

Colares, gargantilhas, chaveiros, brincos e até mesmo alguns óculos fazem parte do catálogo virtual da TrinketSlot, que comercializa bijouterias voltadas para geeks e gamers de todas as idades. Que tal ter um pingente com alguma arma de League of Legends ou com algum emblema de Kingdom Hearts? Existem até mesmo algumas peças feitas especialmente para casais – como uma pokebola e um “coração 8 bits” que se dividem em duas peças diferentes, uma para você e outra para a sua alma gêmea.

Caso queira, você também pode entrar em contato diretamente com a equipe responsável pelo site e encomendar uma joia com algum design exclusivo. Os pedidos são enviados diretamente de Cerritos, Califórnia.

(Fonte da imagem: Reprodução/TrinketSlot)

13) Comprar sua casa em Barcelona

Pois é, acredite se quiser. Um espanhol maluco colocou sua casa à venda em maio deste mesmo ano e deixou bem claro que só aceita duas formas de pagamento: 970 mil euros ou 10 mil Bitcoins. A residência (localizada no centro de Barcelona) foi construída em 1990 e é inegavelmente atraente, sendo constituída por quatro andares, três quartos, três banheiros e uma sala que pode ser utilizada como escritório. Ah, o imóvel também possui uma espaçosa garagem.

De acordo com o anunciante, a casa é “ideal para famílias com crianças, casais, profissionais que procuram um estúdio caseiro ou para empresas que querem oferecer um local confortável para seus funcionários que desejam viver algumas semanas ou meses em Barcelona”.

(Fonte da imagem: Reprodução/CasaXBitcoins)

E, se você estiver se perguntando porque alguém em sã consciência aceitaria receber quase um milhão de euros em Bitcoins, aí vai: o dono do propriedade afirma ser um ativista que busca incessantemente uma maneira de acabar com o capitalismo tradicional e mudar radicalmente o cenário monetário mundial. Sendo assim, o próprio acredita que uma excelente maneira de destruir as instituições bancárias é evangelizando as moedas virtuais descentralizadas. E aí, será que essa moda pega?

 

 

 

YouHub lança produto para crescer e tratar os cabelos para homens e mulheres

A partir de agora, a YouHub, está oferecendo para sua rede, uma linha de produtos para crescimento capilar, que está fazendo enorme sucesso nos EUA.
capilar antes e depois

Os associados da empresa, agora podem consumir e revender a linha de produtos com tecnologia internacional, testada e aprovada nos Estados Unidos, para não só tratar a queda capilar, mas permitir o crescimento dos cabelos.

Os produtos que prometem fazer sucesso na plataforma são os da linha Vitality, da Máxima Professional, que unem componentes como o Minoxidil, Biotina e Arginina, para aumentar a circulação sanguínea no couro cabeludo e permitir a chegada de mais oxigênio e nutrientes, propiciando cabelos mais fortes, saudáveis, sedosos e brilhosos.

A linha Vitality é aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e demais órgãos competentes.

 

“Normalmente, o cabelo cresce em uma média um centímetro por mês. Com o tratamento da nossa linha, esse número sobe para até quatro centímetros ao mês”, destaca Luiz Ogea, diretor de Produtos e Projetos da Máxima.

Para o diretor de produtos da YouHubIvan Martins, o produto abre uma série de possibilidades para os Associados da plataforma. “Nada menos do que 85% das brasileiras de 18 a 35 anos acreditam que o cabelo influencia em sua autoestima e 61% delas afirmam se preocupar muito com a saúde do cabelo. Alguma dúvida de que se trata de uma excelente oportunidade de negócios?”, indaga Martins.

 

YouHub é uma plataforma recém-lançada que leva produtos direto da indústria para o consumidor e permite que empreendedores ofereçam seus serviços a clientes de todo o país. Para distribuir esses produtos e serviços pelo Brasil, a YouHub utiliza a força de vendas e consumo inteligente do Marketing Multinível.

Introdução
Linha Vitality Esta linha foi elaborada com matérias primas importadas de alta performance especialmente direcionada para a saúde dos cabelos, a linha VITALITY traz resultados surpreendentes evitando a queda e fortalecendo os fios, tendo um resultado de crescimento de até 04 cm por mês.
1. MASK CONDITIONER (descrição completa): O Condicionador Mask Conditioner Vitality condiciona intensamente cabelos danificados. Sua ação Formulada com Tecnologia Nutricence um Blend de Cerâmidas e de óleos nutritivos, que hidratam intensamente a fibra capilar, contém também em sua formulação ARGININA e a BIOTINA, a arginina é um aminoácido essencial que está presente na queratina capilar, mas que não é produzida naturalmente pelo corpo humano, por isso, deve ser adquirida através da alimentação ou aplicada diretamente sobre os cabelos. Com a reposição da substância, os componentes superficiais e internos dos fios podem ser reconstruídos, o que traz diversos benefícios para os cabelos, especialmente, os finos, a BIOTINA – Também chamada de vitamina H ou de vitamina B7, é um nutriente fundamental para o cabelo, a pele e as unhas, especialmente quando eles são sensíveis ou frágeis. Mask Conditioner Vitality promove dupla proteção aos fios danificados e age contra o ressecamento, desbotamento e a quebra dos fios. Mask Conditioner Vitality deixa os cabelos com mais vida, maciez e brilho intenso, facilita o desembaraçar dos fios, reduz o Frizz e intensificam a cor dos fios. Recupera cabelos completamente danificados por processos químicos como descoloração doando nutrição, reparação e reduzindo pontas duplas. Formulado também com filtro UVA e UVB que protege seus cabelos contra a oxidação e danos causados pela luz solar evitando assim o envelhecimento dos fios
2. INTENSIVE VITALITY SHAMPOO (descrição completa): SHAMPOO ESTIMULADOR DE CRESCIMENTO CAPILAR. Intensive Vitality Shampoo é um estimulador de crescimento capilar de alta performance clinicamente testado e aprovado. É o único Shampoo que tem em sua formulação ativos que combinam ações antioxidantes, anti-inflamatórias e anti-dihydrotestosterone (DHT) para combater a queda dos cabelos, além de promover o crescimento de novos fios capilares. Produzido com matérias primas de alta performance dentre elas o Minoxidil que é capaz de estimular a circulação sanguínea e a chegada de mais oxigênio e nutrientes para os folículos capilares sendo assim um potente estimulador do crescimento capilar, com tecnologia de última geração, o Intensive Vitality Shampoo atua na complexa biologia do couro cabeludo através de uma ação múltipla, atingindo simultaneamente as diversas causas que levam a perda dos cabelos. Intensive Vitality Shampoo atua principalmente otimizando as condições da saúde do couro cabeludo e dos fios capilares. Sua fórmula contém poderosos extratos naturais como: Pyrus malus, Aloe vera e Aspalathus linearis, estes extratos têm propriedades anti-inflamatórias e antimicrobial, além de serem ricos em nutrientes. O fornecimento de vitaminas e minerais tem muitos efeitos benéficos sobre o metabolismo e circulação na região do folículo capilar. Intensive Vitality Shampoo também contêm ingredientes com propriedade de inibir a produção do hormônio DHT, como a cafeína. É comprovado que, principalmente nos homens, existe uma sensibilidade genética á DHT que causa a atrofia do folículo piloso e a perda dos fios. Esses mecanismos de ação são potencializados pela adição de hidratantes de alta performance e aminoácidos importantes aliados na construção de um fio de cabelo saudável e perfeito. Além do efeito benéfico sobre a saúde dos cabelos e do couro cabeludo o Intensive Vitality Shampoo oferece um resultado surpreendente no que diz respeito ao embelezamento, deixando os cabelos macios, com brilho e aroma agradável. Devido a sua fórmula concentrada em extratos naturais.
3. VITALITY NKPRÓ – 600 (descrição completa): Vitality NKPRÓ-600 são capsulas desenvolvidas com tecnologia exclusiva para tratar todos os tipos de queda de cabelo além de ter em sua formulação ingredientes de alta performance o que faz deste produto um dos melhores produtos em se tratando de auxiliar em crescimento capilar. Com o início do tratamento você já vai notar a diferença no crescimento dos cabelos chegando a ter um crescimento de até 04cm por mês em pouco tempo de uso deste produto já serão perceptíveis mudanças significativas. Vitality NKPRÓ – 600 contém um Blend de matérias primas dentre elas uma alta concentração de BIOTINA – Também chamada de vitamina H ou de vitamina B7, é um nutriente fundamental para o cabelo, a pele e as unhas, especialmente quando eles são sensíveis ou frágeis. Vitamina B5, mais conhecida como ácido pantotênico, funciona principalmente ajudando a combater a desidratação na pele e também controla a resposta do corpo ao stress. Além disso, auxiliam na produção de neurotransmissores e também atuam na produção de hormônios e anticorpos. Fortalece ainda os folículos de cabelo e as suas células, levando o couro cabeludo a se livrar de pele morta, o que abre caminho para novos fios. Resultado: Melhora a aparência geral dos cabelos em até 100 % – Reduz a queda dos cabelos em até 95% – Acelera o crescimento dos fios em até 85% – Reduz oleosidade dos cabelos em até 85%
Informações do Produto
Linha Vitality
Linha Vitality – Máxima Professional
KIT VITALITY
Livre de Parabenos, e não testado em animais.

Saiba mais, escreva para nós

 

Como ter sucesso em Marketing de rede, só vídeos.

Aqui vídeos de treinamentos e formação para que nós entendamos de vez a maravilha que é o marketing de rede, o Networkmarketing,

 

Youhub terá Plataforma de Banco Digital

A Youhub está iniciando com tudo o seu projeto de se tornar uma revolução do Marketing de rede e através de um altíssimo investimento a empresa que ainda se encontra em pré-marketing acaba de adquirir uma plataforma de Banco Digital que tem como objetivo facilitar a integração da indústria na Plataforma Youhub. Além disso, o banco oferecerá diversos outros serviços.

Sendo assim, todos os distribuidores que fizerem parte da Youhub receberão os seus bônus diretamente em suas contas que serão criadas ao entrarem na empresa. Poderão utilizar essa conta para realizar pagamentos, investimentos, transferências, DOC’s, TED’s. Além disso, toda essa movimentação vai gerar pontuação dentro do sistema. Algo realmente inovador.

hub bank

Hub Bank, que tem como CEO o empresário Denis Engel, facilitará toda a operação de pagamentos da empresa.

Os consultores também poderão distribuidor máquinas de créditos e débitos para serem utilizadas em estabelecimentos. As taxas que serão cobradas dessa máquinas serão revertidos em pontos na rede.

A previsão para o início das operações do Hub Bank é dia 25 de setembro, que contará também com uma plataforma de seguros e micro-crédito para os empreendedores que estiverem sem restrição no nome.

É sem dúvida alguma um enorme diferencial do que temos visto no mercado brasileiro. Parabéns à You hub!

Ronaldinho Gaúcho lança sua Marca 18k

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas a sorrir, interiores

Image result for 18k ronaldinho produtos

A HISTÓRIA DA 18K RONALDINHO:

A 18k Ronaldinho, foi criada pela união do empresário Marcelo Lara da18k Watches, com o ídolo Ronaldinho Gaúcho, jogador mundialmente conhecido pela carreira vitoriosa e amigo pessoal de Marcelo.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé

Com expertise em importação e vendas de produtos, Marcelo Lara se tornou um grande Player do mercado de importação americano, sendo o maior importador de uma marca de relógios internacionalmente conhecida. Ele também fundou em 2015 a 18K Watches, uma empresa que se destacou através de seus relógios a prova d’água, que caíram no gosto dos maiores nomes do esporte mundial, incluindo o próprio Ronaldinho Gaúcho que desfilava com vários modelos de relógios e fazia um marketing espontâneo deles por serem modernos, versáteis e com qualidade.

Ronaldinho, estrela do futebol mundial, conhecido como Bruxo, pela magia e genialidade que imprimia nos gramados, agora entra no campo dos negócios para fazer um golaço em prol da gratidão que sente pelo público que sempre o apoiou. Mesmo em épocas difíceis, lotavam as arquibancadas para prestigiá-lo em seus jogos e com emoção lembra-se como a recíproca era verdadeira e em momentos em que esse apoio foi crucial em suas vitórias.

Para retribuir a altura, escolheu levar oportunidade a todos que acreditam que empreender pode ser a saída para mudar não só suas vidas, mas a vida de milhares de pessoas!

Num País de 13 milhões de desempregados, sem expectativas de recolocação profissional com carteira assinada, Ronaldinho e Marcelo, visionários e empreendedores, apostaram no Mercado de Marketing Multinível, para gerar condições de crescimento a muitas pessoas através do modelo de vendas diretas, conceito fortíssimo e crescente no Brasil que movimentou em 2017, R$40,4 bilhões (fonte ABVD).

Sem dúvidas, grande oportunidade mesmo para pessoas que não possuem altos valores para investimentos, mas que sonham em ter independência financeira e realizar coisas grandiosas assim como o ídolo Ronaldinho Gaucho em sua carreira de estrelato.

Pode adquirir na plataforma da youhub com até 50% de descontos, peça informações:

Image result for 18k ronaldinho produtos

O QUE FAZEMOS:

Através da renda alavancada e economia compartilhada, fomentamos o consumo inteligente e conectamos pessoas para gerar resultados dignos de um time formado por campeões.

COMO FAZEMOS:

Treinamos todos os consultores e implantamos metodologia com sistema semanal para que todos possam aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas na 18K Ronaldinho e façam um golaço no mundo dos negócios.

POR QUE FAZEMOS:

O propósito da 18K Ronaldinho desde sua criação é proporcionar prosperidade para todos que desejam entrar em campo para fazer história. Sabemos que em toda partida, existem momentos em que é necessário driblar as adversidades, porem um time que trabalha com espírito de equipe, se fortalece e ganha notoriedade por suas conquistas diárias e foco em se tornar GRANDIOSO.

Queremos que VOCÊ seja a estrela e brilhe no mundo dos negócios, revelando seu talento de ser simplesmente uma pessoa REALIZADA e FELIZ!.

Detalhes do produto
Relogio 18K linha especial em homenagem ao grande astro Ronaldinho Gaúcho, que encantou o mundo com seus dribles. Foi cuidadosamente desenvolvido para combinar com qualquer ocasião e poder acompanhar a prática de esportes ou dar muito mais estilo no seu dia a dia.
Ficha Técnica
RELOGIO
Relogio 18k Ronaldinho Carbon
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas a sorrir, interiores

Blog no WordPress.com.

Acima ↑