Resultado de imagem para mulheres de negócios

Os gatilhos mentais são altamente eficazes para persuadir e influenciar pessoas a tomar certa decisão. (retirado deste site da Internet

Você sabe o que é persuasão?

Não confunda persuasão com manipulação:

Persuasão é você fazer a pessoa que você quer persuadir entender que aquela decisão é a melhor que ela tem a tomar naquele momento. Persuadir é você induzir a pessoa a aceitar uma ideia imposta por você.

Manipulação é você colocar uma ideia, inserir uma ideia dentro da cabeça da pessoa e fazer com que essa pessoa tome uma decisão que ela não quer tomar.

A persuasão precisa estar presente em todas as suas estratégias de marketing. Em todos os seus artigos, seus vídeos, anúncios, etc.

Utilizando a persuasão você consegue influenciar pessoas a tomar ações que você quer que ela tome.

 

Para conseguir persuadir alguém, usamos os gatilhos mentais.

O que são e para que servem os gatilhos mentais?

Os gatilhos mentais são como se fossem atalhos que ajudam a acelerar as ações que você quer que aquela pessoa tome.

É como se fosse um atalho que o nosso cérebro pega para não precisar refletir tanto para a tomada de decisão.

Utilizando os gatilhos mentais de forma correta, você é capaz de influenciar as pessoas e motivá-las a partir para a ação.

Confira agora os 7 gatilhos mentais altamente eficazes para persuadir e influenciar pessoas.

Continue lendo para conhece-los.

#1: GATILHO MENTAL DA ESCASSEZ

gatilho mental da escassez

As pessoas tendem a dar valor àquilo que é escasso e dão muito mais valor a algo que elas vão perder, do que para algo que vão ganhar.

Essa lógica é bem parecida com o que acontece nos relacionamentos. Você já deve ter ouvido aquela famosa frase: “tive que perder para dar valor”.

O nosso inconsciente associa que quanto mais difícil for conseguir esse objeto de valor, mais valioso ele é.

Você prefere ganhar um desconto de 20% no valor de algum produto ou você prefere pagar 20% a mais por ele?

Provavelmente, se você pensa como a maioria das pessoas, você prefere ganhar um desconto de 20%.

Nas duas situações, você está economizando 20%, mas a sensação de ganhar um desconto, provoca um sentimento de felicidade em você, e a outra opção provoca um sentimento negativo, pois você evitou um pagamento adicional.

Tome cuidado ao falar sobre a escassez de um produto. Esse gatilho mental funciona muito bem, quando usado com integridade. Se o seu público perceber que você sempre usa essa técnica somente para chamar a atenção, isso não vai ser bom para sua imagem.

Se você colocar que o produto está escasso, estabeleça realmente uma escassez.

Imagina você colocar assim:

Garanta a sua vaga no meu treinamento gratuito, restam apenas 5 vagas.

No outro dia o seu leitor, entra no seu site novamente e encontra algo assim:

Garanta a sua vaga no meu treinamento gratuito, restam apenas 11 vagas.

E no outro dia:

Garanta a sua vaga no meu treinamento gratuito, restam apenas 12 vagas.

Já imaginou a confusão?

Seu público vai ficar desconfiado e perceber que você só está fazendo isso para vender. Portanto, utilize o gatilho da escassez com integridade e cautela.

#2: GATILHO MENTAL DA URGÊNCIA

gatilho mental da urgência

O gatilho mental da urgência é bem parecido com o gatilho mental da escassez. A diferença é que esse gatilho está ligado ao tempo e nesse caso o produto tem um prazo para ser adquirido.

Quando a pessoa sente que tem um prazo para adquirir tal produto, ela prefere adquirir o produto e depois se arrepender, do que não adquirir o produto, e viver com a dúvida se aquele produto faria diferença ou não na vida dela.

#3: GATILHO MENTAL DA RECIPROCIDADE

gatilho mental da reciprocidade

Gentileza gera gentileza.

As pessoas têm uma tendência natural de retribuir de alguma forma, algo que foi feito por elas.

Primeiramente você deve gerar valor para o seu público, criar conteúdo de qualidade e gratuito, entregar informações valiosas, para que depois de um tempo, quando você criar uma certa autoridade com seu público, aí sim, você oferece algo para ele comprar.

Quando ganhamos um presente de alguém de forma espontânea, nos sentimentos quase que na obrigação de retribuir de alguma forma, e a chance de dizer um sim para aquela pessoa que nos presentou é muito grande.

#4: GATILHO MENTAL DA PROVA SOCIAL

gatilho mental da prova social

Para explicar o gatilho da prova social, vou citar um exemplo, até bem conhecido, mas que eu acredito que seja o mais simples para você enxergar como esse gatilho é importante.

Imagine que você está na rua, e a hora do almoço se aproxima, você logo começa a procurar um restaurante para almoçar.

Alguns minutos depois, você se depara com dois restaurantes, um de frente para o outro. Um está totalmente lotado e com uma enorme fila do lado de fora, e o outro vazio. Qual você escolhe?

Imagino que sua resposta seja: “vou escolher o que está cheio, claro”.

Não só você, mas a maioria das pessoas, vai escolher o que está cheio. Porque é natural pensarmos que se está cheio é porque ele deve ser muito bom, e se ou outro em frente, está vazio é porque tem algum ruim, seja a comida, o preço, o atendimento.

É natural do ser humano acompanhar a maioria. Quanto maior o número de pessoas opta por uma opção, maior a chance de sermos influenciados a tomar a mesma atitude.

E o que isso tem a ver com técnica de persuasão?

Você deve mostrar ao seu público o número de pessoas que te segue, o número de pessoas que já baixaram seus conteúdos, o número de acessos que seu blog já teve, depoimentos de pessoas elogiando você ou o seu produto e por aí vai.

O seu público quando ver esses números vai pensar: “ele deve ser bom mesmo, porque olha a quantidade de seguidores e acessos ele já teve”.

Isso vai mostrar que você é bom naquilo que faz. Quanto maior o número, melhor. Mas lembre-se, nunca invente números, mostre sempre o real.

Se você ainda não tem muitos seguidores ou acessos, espere o momento certo até que você tenha um número significativo para mostrar para as pessoas.

#5: GATILHO MENTAL DO PORQUE

gatilho mental do porque

As pessoas simplesmente gostam de ter motivos para fazer algo.

Robert Cialdini, autor do livro As Armas da Persuasão, explica que se tratando ao comportamento humano, quando pedimos a alguém para nos fazer um favor, a chance de a pessoa aceitar se torna muito maior quando damos um motivo a ela.

Portanto, quando você precisar pedir algo ao seu público, mostre a ele um motivo real, lógico e verdadeiro, para aumentar as suas chances de que o seu público aceite e acredite em você.

Use palavras que transmitam credibilidade e faça como se fosse uma notícia. Médicos afirmam, especialistas comprovam, cientistas descobriram.

Então não apenas diga o que a pessoa tem que fazer, diga também o porquê ela deve fazer.

#6: GATILHO MENTAL DA AUTORIDADE

gatilho mental da autoridade

Se você quer que as pessoas confiem no seu trabalho, você precisa ser autoridade no assunto e dominar o nicho que você atua.

Você se lembra do comercial da marca Tigre que falava: “Quem usa Tigre é autoridade no assunto”?

Acredito que sim!

Imagino que essa lembrança te fez lembrar até da voz do locutor falando… rs.

Pense na seguinte situação:

Você está dirigindo seu carro, e uma pessoa comum, de calça jeans e camisa faz sinal para você encostar.

Você encostaria?

Talvez sim…

Mas se fosse uma pessoa de farda?

Com certeza você encostaria.

Imagina essa outra situação:

Você vai a um hospital visitar um amigo, e uma pessoa de calça jeans e camisa, conversa com você e explica o caso do seu amigo.

É totalmente diferente quando uma pessoa com jaleco branco e estetoscópio no pescoço explica o caso.

O simples fato de um policial fardado e um médico vestido com jaleco e com um estetoscópio no pescoço faz toda a diferença e permite a eles falarem sobre o assunto como autoridade.

Mostre ao seu público que você domina aquele assunto, se você já apareceu em algum canal de TV, em alguma revista, se já escreveu algum livro, se já ministrou palestras para centenas de milhares de pessoas.

Mostre isso para o seu público e você será reconhecido como autoridade no assunto e ele lhe dará o voto de confiança.

Transmita ao seu público que você é uma autoridade e realmente seja uma autoridade.

#7: GATILHO MENTAL DA CURIOSIDADE

gatilho mental da curiosidade

O gatilho da curiosidade torna-se muito poderoso quando você afirma algo polêmico e controverso.

Exemplo: Estudos afirmam que quem come muito e é sedentário perde peso mais rápido.

Oiiiii???

Como assim?

Desde que me entendo por gente, para emagrecer devemos fazer exatamente ao contrário.

Essa parece ser uma informação contrária ao que intuitivamente se espera. Sendo assim, isso despertará a curiosidade do seu público.

Esse gatilho é muito utilizado em títulos, de preferência com as palavras:

  • O que ninguém fala sobre
  • Revelado
  • Descubra
  • Segredo

As opções são ilimitadas, mas lembre-se que você precisa causar polêmica e ao mesmo tempo gerar algo positivo e de valor para o seu negócio.

Conclusão

Você aprendeu 7 gatilhos mentais altamente eficazes para persuadir e influenciar pessoas, foram eles:

  1. Gatilho Mental da Escassez
  2. Gatilho Mental da Urgência
  3. Gatilho Mental da Reciprocidade
  4. Gatilho Mental da Prova Social
  5. Gatilho Mental do Porque
  6. Gatilho Mental da Autoridade
  7. Gatilho Mental da Curiosidade

Comece a utilizar esses gatilhos mentais de forma consciente e os resultados positivos que você espera irão acontecer.

E, para finalizar, eu adoraria saber a sua opinião sobre esse artigo.

Qual foi o gatilho mental que você mais gostou?

Deixe um comentário logo abaixo, sobre o que você mais gostou, se tem uma dica extra ou até mesmo uma crítica.

Até a próxima!

Gostou? COMPARTILHE!

Anúncios