will smit.jpg

Mas quem é Chris Gardner?

Se você faz parte do seleto grupo de pessoas que ainda não teve o prazer de assistir a incrível jornada de A Procura da Felicidade (em inglês: The Persuit of Happyness), talvez tenha mesmo se perguntado: “Mas afinal quem é esse tal de Chris? Guru, líder espiritual, magnata de alguma commoditie?”

Aqui vai um pequeno resumo sobre a história – e fica a dica: se você já assistiu ao filme, pode ficar à vontade para pular tudo isso e ir direto ao 1º passo:

Chris Gardner (Will Smith) é casado com Linda (Thandie Newton). Após o casamento investem todas as economias em um produto de finalidade médica onde seriam os únicos da região a vendê-lo, porém o que não sabiam é que tal produto era de difícil aceitação entre os médicos por ser considerado um luxo desnecessário, além de ser caro. Com o nascimento do filho Christopher (Jaden Smith) e dificuldades para vender seus produtos, o casal passa por diversos problemas financeiros levando a brigas, desentendimentos e uma visível distância entre Chris e Linda. Como num último suspiro de esperança, Chris inicia um estágio não remunerado em uma corretora de ações, onde ele precisa sobreviver durante seis meses para ter uma chance de ocupar a única vaga na empresa e assim mudar de vida.

Agora que você já conhece um pouco melhor esta figura que se tornou um exemplo de superação (aliás o filme é baseado em uma história real) vamos conhecer agora Os 7 Passos de Chris Gardner para a Felicidade:

will smit.jpgw

Passo 1: Fé

Independente da sua crença, religião ou até mesmo doutrina de vida. Você precisa ter fé. Você tem que desenvolver a capacidade de acreditar, ter certeza de que é possível e que, acima de tudo, você vai estar pronto para seguir em frente. Desejo ardente! Durante toda a sua trajetória, Chris se mantém focado num único objetivo: mudar de vida. Ele tentou, fracassou, levantou a cabeça, tentou de novo, e de novo, e de novo, e acredite, tiveram dias que a vontade dele foi jogar tudo para o alto, olhar no espelho e dizer “óh meu Deus, coitadinho de mim!”. Não se perdoe! Não tenha auto-misericórdia! Não jogue no mundo a responsabilidade. Tenha fé, acredite, prossiga! Até quando? Até você conseguir. Faça isso, e a vitória será garantida.

Passo 2: Visão Empreendedora

Sei que a maioria das pessoas quando vêem a palavra empreendedora já pensam logo em sair por aí abrindo um negócio próprio. Ledo engano. Quando Chirs decide investir suas economias, o que ele decidiu na verdade é que seu futuro não ficaria mais nas mãos de outras pessoas. Ele decidiu assumir as rédeas do seu destino e ditar as regras que ele iria seguir. E não pense você que somente os autônomos, profissionais liberais e empresários detém esse luxo. Como empregado você precisa ter uma visão empreendedora. Isso significa que você não pode ficar esperando seu chefe traçar todos os caminhos que devem ser seguidos no trabalho. Você não pode ficar esperando seu patrão ditar o be-á-ba dos processos, dos projetos ou das ferramentas. Você precisa tomar a iniciativa, assumir o controle. Procure pensar “e se esse negócio fosse meu, se essa empresa fosse minha?”. Ao pensar assim você ativa a chave empreendedora do seu cérebro e passa a tomar decisões não como empregado, mas sim como um empreendedor. Pense: a maioria dos empregados termina sua carreira feliz ou conformado?

Passo 3: Modelos de Sucesso

Em uma das cenas mais importantes do filme, que talvez passe desapercebido para algumas pessoas, Chris Gardner está andando pela calçada preparado para mais uma visita de negócios quando um rapaz de terno e gravata estaciona seu conversível vermelho bem ao seu lado. O fato é o seguinte: nessas horas, e a verdade precisa ser dita, uma grande parte das pessoas cairiam na tentação e se justificar por diversos motivos o “por quê” não “sou eu” sentado neste carro ao invés dele. Mas nosso herói Chris não. Ele faz 2 perguntas para o rapaz e dá, mais uma vez, a prova de que não importa a situação que você está hoje, mas a visão da situação que você decidiu estar lá na frente. As perguntas são: O que você faz? E como você faz? Bingo! Nesse momento, nosso personagem inicia sua modelagem do sucesso. Essas duas perguntas desencadearam todos os acontecimentos seguintes da vida de Chris. Tudo que vem depois, é fruto da sua capacidade de se ver além, através dos obstáculos e das dificuldades. Este rapaz era corretor de valores e a partir deste momento, Gardner tem tudo que precisa para trilhar seu caminho para a felicidade: um modelo de sucesso.

Passo 4: Alinhar-se com seu desejo

De que adiantaria ter fé, desenvolver uma visão empreendedora e construir um modelo de sucesso se os seus pensamentos e, por consequência, as suas atitudes não estiverem afinadas com seus objetivos? Aliás, este tema já foi abordado aqui no blog no post O Segredo da Motivação. E acredite, quando você mantém uma postura de ação, as coisas começam a acontecer. Eis a prova: Chris, após definir seu modelo de sucesso, ele finalmente encontra a oportunidade que precisava. Passando em frente ao prédio de uma corretora, ele se depara com um anúncio de recrutamento colado no vidro da porta de entrada. Ele entra, preenche um formulário e entrega para o responsável. Pronto, sua entrada na seleção estava garantida. Claro que não! Isso é o que a maioria faria e a maioria não segue o seu destino da mesma forma que o sonha fazer. Chris foi além. Chegou até a dividir um táxi com o responsável pelo recrutamento da empresa mesmo não tendo dinheiro nem para sua parte. Ele não ficou só na expectativa, ele fez mais, ele agiu, foi para o mercado e construiu a sua oportunidade, ao invés de ficar esperando que alguém lhe desse uma.

Passo 5: Pagar o preço

Tudo na vida tem um preço. Seja um produto, uma experiência ou uma informação. Alguns preços são equivalentes a dinheiro e essas são as mais simples: pagou, levou. O preço que Gardner pagou é o preço de se manter ali, sem desviar, independente do que atravessasse seu caminho. Ao conseguir fazer parte da seleção, ele descobriria que deveria cumprir um estágio de 6 meses, sem remuneração para aí sim, poder ocupar a unica vaga disponível entre os 20 estagiários e se tornar um corretor de valores. No mesmo período, sua mulher o abandonara, um dia antes da entrevista ele foi preso estando todo sujo de tinta, pois estara pintando o apartamento que teria que deixar a pedido do proprietário, e foi vestido assim que precisou comparecer na seleção. Foi despejado do hotel por falta de pagamento, dormiu no banheiro de uma estação, dentro do metrô, no ônibus, em diversos abrigos, passou os próximos meses levando uma mala de roupas para todos os lugares onde ia e ainda sim, ele estava lá. A felicidade e o sucesso tem um preço. Sua meta tem um preço, seu sonho também. Sua única obrigação é pagar o preço, ou do sucesso ou do fracasso. Escolha!

Passo 6: Prepare-se

Se você pode escolher entre se preparar para o fracasso ou se preparar para o sucesso, fica mais fácil fazer essa escolha correto? Porque de fato essa escolha é sua. Conforme vimos acima, Chris Gardner passou por momentos que, qualquer pessoa encontraria diversos motivos, e motivos muitas vezes excelentes, para deixar de se preparar. Mas ele não. Nesse período que ficou transitando entre abrigos dos mais diversos tipos, nunca abandonou seu preparo. Ao passar pela seleção e ingressar no estágio, lhe foi dado uma cópia do livro Security Analysis, escrito por Benjamin Graham, que teve como seguidor ninguém menos que Warren Buffett, um homem que se torno um dos mais ricos do mundo com o mercado de ações. Portante, preparar-se significa estudar seu mercado, estudar sua empresa, seus clientes, seu empreendimento. Fala-se muito em sorte, principalmente quando se fala em empreendedorismo, mas sorte nada mais é do que preparo+oportunidade. Quando você está preparado para algo e a respectiva oportunidade aparece, pronto, sua sorte está ali. Então, comece a se preparar porque as oportunidades estão aí, mais cedo ou mais tarde elas aparecem. Esteja preparado!

Passo 7: Mantenha-se no topo

Parabéns! Você chegou lá! É um vencedor, uma pessoa de sucesso. Agora já pode sentar e desfrutar de uma vida confortável e fácil. Isso claro, se o que você procura for sucesso temporário. Viver das glórias do passado. Porque o sucesso duradouro exige manutenção. Sim, claro! Não é só o seu carro, ou sua casa, ou nossos relacionamentos que precisam de manutenção. O sucesso também! Tão importante quanto chegar ao topo é se manter lá. Muitas pessoas se perdem aqui, continuam comemorando vitórias passadas. Vivem as custas de méritos que já não tem significado no presente. O sucesso e a felicidade são sementes que precisam ser cultivadas todos os dias. Semana após semana, anos após ano. Com o passar do tempo, administrar tudo isso vai ficando mais simples, afinal vai se adquirindo experiência e isso será sua verdadeira riqueza. Isso fará com que você se levante caso encontre um obstáculo um pouco mais trabalhoso do que os já ultrapassados em sua jornada. Fique firme, forte e focado. E colha os mesmos frutos que Chris Gardner teve o prazer de colher. “O quase mendigo que comprou a Ferrari de Michael Jordan, montou sua própria empresa, e em 20 anos transformou 21 dólares e 39 cents em uma fortuna avaliada em torno de $ 600 milhões de dólares. Hoje, Chris Gardner já tem sua história contada em livro e filme, ambos denominados À Procura da Felicidade, sendo o último estrelado por Will Smith” .(fonte)
Posted by Adriano Carioca Santos on 21 de junho de 2011 · 4 Comentários

Anúncios